Paulo Autran grava Drummond e Vinícius em CD

O ator Paulo Autran abre hoje, às 16 horas, no Centro Cultural São Paulo, o projeto do livro falado. O objetivo é oferecer aos deficientes visuais que freqüentam a Biblioteca Braille do CCSP o acesso ao livro de forma mais rápida do que a transcrição para o alfabeto braille. Por meio de trabalho voluntário, obras literárias serão gravadas em CDs, que passam a integrar o acervo da audioteca do CCSP. Paulo Autran grava hoje, ao vivo, com entrada grátis, poesias de Carlos Drummond de Andrade e Vinícius de Moraes. A gravação será feita na Biblioteca Braille que tem cem lugares. O CCSP fica na Rua Vergueiro, 1.000, próximo à estação Vergueiro do metrô.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.