Paulo Autran faz campanha pelo Multipalco de Porto Alegre

O ator Paulo Autran, que está em temporada teatral em Porto Alegre (fez cinco apresentações lotadas de Adivinhe Quem Vem para Rezar no fim de semana e desde ontem mostra seu infalível solo Quadrante), comanda nesta quarta-feira a primeira e única visitação pública à obra do tão esperado Multipalco, a partir das 14 horas. O ator não estará sozinho. Ao lado de Eva Sopher, presidente da Fundação Theatro São Pedro, eles vão conduzir o público em uma oportunidade rara de entrar e conhecer os futuros espaços do complexo cultural, até de ângulos que nunca mais poderão ser vistos após a conclusão das obras do projeto que deveria estar pronto em setembro.?Essa visitação é para que as pessoas vejam e se impressionem com o quanto a obra está adiantada e, por outro lado, fiquem sabendo que ela poderia estar ainda mais adiantada. É uma prestação de contas à comunidade?, diz Eva Sopher, lembrando que mais uma vez, depois de mais de 20 anos dedicando-se ao projeto, Paulo Autran repete um gesto feito no início dos anos 80. Para ela, ?a obra do Multipalco é irreversível, apesar de não ter mais previsão de quando poderá ser inaugurada. Costumo dizer que isso não e uma obra, é um milagre?, define ela. À frente da Fundação Theatro São Pedro, ela pediu ao governo gaúcho, em junho de 1985, através de ofício, um terreno para o projeto e acabou conseguindo 10 terrenos.Paulo Autran lembra que o Multipalco ?não é um teatro, são três teatros: um para 600 lugares, uma sala para teatro de arena e uma concha acústica. É uma necessidade para Porto Alegre que ele esteja pronto logo - e falta pouquíssimo. É só a dona Eva receber o dinheiro que o Estado está lhe devendo?.A história de colaboração de Autran com o Theatro São Pedro é antiga. Em 1982, ele encenou Um Ator em Tempo de Literatura, que se trata do mesmo espetáculo Quadrante, em cartaz até amanhã. Na época, o cachê de Autran foi doado para a restauração do São Pedro. Fato curioso foi que ele atuou em meio às obras da reforma. Sobre a sua expectativa para a visitação de hoje, ele diz: ?Estou muito entusiasmado porque as pessoas não sabem em que ponto está a construção do Multipalco, essa obra maravilhosa da administração de Eva Sopher.?Aniversário As apresentações de Quadrante comemoram o aniversário do Theatro (148 anos), com renda revertida para o projeto Multipalco, um espaço de 17 mil metros quadrados, totalizando seis andares destinados às artes de palco e equipados para oferecer total infra-estrutura a artistas, técnicos e espectadores. O Multipalco contará com um teatro italiano com 650 lugares; teatro oficina com 200 lugares; concha acústica com espaço ao ar livre para 500 pessoas; sala para corpo de baile; salas para ensaios e apresentação da orquestra; salas para master classes, workshops e seminários; sala vip para entrevistas coletivas, bares, cafeterias e restaurante.Na visitação desta quarta, os integrantes do trupe Oficina Permanente de Técnicas Circenses, de Pelotas, farão performances especiais durante o trajeto. O Grupo trabalha com técnicas circenses emolduradas com riqueza pelos seus figurinos em estilo veneziano costurados com toques de modernidade, seja pelo uso de perucas estilizadas, por ousada maquiagem colorida, por cenas cômicas que costuram as esquetes, pela precisão das cenas acrobáticas e por muita alegria e paixão apresentadas por seus 17 atores/dançarinos. A trupe com seu trabalho de circo-teatro tem circulado por dezenas de cidades gaúchas, arrebatando platéias de todas as idades e a crítica especializada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.