Paul McCartney lança livro infantil

A nova fábula de McCartney Ex-Beatle lança mundialmente hoje o livro infantil Lá no Alto das Nuvens, primeiro livro infantil do ex-Beatle teve lançamento mundial nesta segunda-feira. Quando vivia no topo do mundo ao lado dos Beatles, Paul McCartney alimentava o desejo secreto de se dedicar a projetos infantis - fosse um filme de animação ou mesmo livros com histórias para crianças. Fã dos desenhos de Walt Disney (A Dama e o Vagabundo sempre lhe arrancou lágrimas), ele realizou parcialmente o desejo nos anos 1960 com a triunfante mistura de música e animação que é Submarino Amarelo. Faltava, na verdade, um projeto mais autoral. Só 20 anos depois é que o músico começou a pôr em prática seus planos, realizando curtas musicais de animação e lançando livros como Lá no Alto das Nuvens (96 págs., R$ 35), que a editora Planeta põe nas livrarias, com tiragem inicial de 10 mil exemplares. Trata-se, de fato, de um lançamento mundial: além do Brasil, Estados Unidos, França, Inglaterra, Noruega, Portugal e Japão também recebem hoje o livro. Animado, McCartney pretende transformar a história em desenho animado, que certamente terá um toque do velho Disney. ?Ele nos deu ensinamentos sobre maus-tratos com animais, deu-nos compaixão por eles. Devo muito a Disney?, disse o músico no ano passado. É justamente a preocupação com a natureza que norteia a história de Lá no Alto das Nuvens. O esquilo Serelepe morava na floresta até ser destruída por tratores, que derrubaram as árvores, espantaram os bichos e mataram sua mãe. Antes de morrer, entretanto, presa debaixo de um tronco de árvore, ela pede para Serelepe fugir para Animália, uma ilha onde os animais vivem em harmonia e paz, todos juntos e seguros. Triste, Serelepe consegue fugir dos tratores no balão do sapo Ranulfo e desce, depois de dias, em Megatrópolis, cidade cinzenta, onde o cheiro é ruim, os carros correm e o barulho é insuportável. Lá, o esquilo é obrigado a lutar contra Ratão e Gandolfa, dois bichos que escravizam os demais e os obrigam a trabalhar em fábricas. Com isso, Serelepe é obrigado a descobrir o caminho para Animália. Lá no Alto das Nuvens exibe as qualidades necessárias dos textos dedicados aos jovens de hoje: linguagem ágil e rápida sucessão de cenas. Contribui ainda para o sucesso a eficiente tradução de Ruth Rocha - experiente, ela tanto escolheu nomes sonoros (como Cheira Mal, a região mais violenta de Megatrópolis).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.