Pau de Arara, escrito durante a ditadura, enfim sai no País

Publicado na França e no México mas não aqui, Pau de Arara - A Violência Militar no Brasil, escrito em português pelo jornalista Bernardo Kucinski e pelo historiador Ítalo Tronca em 1970, finalmente vai ganhar edição brasileira. Sai no fim de agosto, abrindo a série Cadernos Perseu, que vai resgatar obras fundamentais para a compreensão da luta política. Curioso que o livro está sendo traduzido do espanhol. Além do material original, haverá textos críticos e outro sobre como ele foi escrito, contrabandeado para o exterior e editado. Kucinski é também autor de K., uma das raras ficções situadas na ditadura militar. Editado pela Expressão Popular (4.200 exemplares impressos), ele ganhou menção honrosa no Prêmio Portugal Telecom em 2012 e entra, em 2014, no catálogo da Cosac Naify - a nova edição trará, ainda, 25 contos. K. também inicia sua trajetória internacional. Sai em alemão para a Feira de Frankfurt e o autor participa de intenso tour para divulgá-lo.

MARIA FERNANDA RODRIGUES, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2013 | 02h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.