Passagem de Som

NEGÓCIO DA ESCÓCIA

Lúcio Ribeiro, O Estado de S.Paulo

25 de setembro de 2010 | 00h00

É O AMOR, POR BELLE E SEBASTIAN

E lá vem o Belle & Sebastian despejar mais fofurices indies na música pop. O cultuado grupo escocês de nome francês, descendente direto dos Smiths no lirismo e delicadeza musicais, lança agora no começo de outubro seu oitavo álbum, Belle & Sebastian Write about Love, o primeiro de estúdio desde 2006.

E lá vem mesmo o Belle & Sebastian. Quase cinco anos depois de sua última apresentação ao vivo, a banda de Glasgow sinaliza com uma turnê de dois ou três shows no Brasil agora em novembro. São Paulo seria dia 10. No Rio de Janeiro, 12.

O disco: inevitável, mas Write about Love, que tem data de chegada às lojas dia 11/10 (Reino Unido) está todinho na internet. Vazou nesta semana. Coleção nova de canções capazes de machucar corações dos mais delicados, o álbum traz convidados especiais como a cantora americana Norah Jones e Carey Mulligan.

Jones canta na faixa de singelo nome Little Lou, Ugly Jack, Prophet John. Já Mulligan, atriz inglesa indicada ao Oscar pelo filme Educação, que tem texto de Nick Hornby, empresta seu vocal na canção-título do disco, Write About Love.

Em agosto, na internet, o Belle & Sebastian pediu aos fãs de Glasgow para forrar a cidade com a frase Write about Love escrita em ruas, pintada em muro, tatuada (com rena, porque o B&S é delicado) no corpo. E que tudo fosse registrado em fotos, para que entrassem num programa de TV da banda e possivelmente em vídeo da música. O site do grupo traz o resultado.

Os cariocas atacam de novo. O show: no caso das apresentações brasileiras do B&S em novembro, a do Rio de Janeiro em especial vai ser realizada graças novamente aos esforços da organização batizada de Sessenta Cariocas Empolgados. Trata-se de grupo de amigos fãs de música independente que, já que poucos produtores se interessam em trazer bandas assim, arrecadam dinheiro em ação online, no sistema de venda de cotas, e pagam o cachê da banda. Cada cotista indie garante um ingresso "grátis", um pôster, uma camiseta e o dinheiro gasto de volta, se a venda de entradas para o show for bem-sucedida.

Foi assim com o concerto da banda sueca Miike Snow nesta semana (que reuniu 850 pessoas no Circo Voador). Provavelmente será assim com o Belle & Sebastian em novembro.

A PARTIR DE AGORA, A COLUNA DE LÚCIO RIBEIRO PASSARÁ A SER MENSAL, PUBLICADA NA SEÇÃO

OUVIDO ABSOLUTO. LÚCIO FARÁ TAMBÉM MATÉRIAS E ENTREVISTAS PARA O C2+MÚSICA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.