Divulgação
Divulgação

Partitura manuscrita de Mahler alcança o valor recorde de 5,6 milhões de dólares

Peça leiloada contém inúmeras edições e anotações do músico alemão

Ansa Flash

29 de novembro de 2016 | 10h59

Uma partitura da Sinfonia Nº2 do compositor austríaco Gustav Mahler se converteu nesta terça-feira no manuscrito musical mais caro do mundo, ao ser leiloada em Londres por 4,5 milhões de libras (5,6 milhões de dólares), informou a Sotheby's.

A partitura contém inúmeras edições e anotações do músico alemão, que a escreveu no final do século XIX, e superou o recorde anterior de 2,5 milhões de libras, alcançado por nove sinfonias de Mozart em 1987.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.