Parentes de Yolanda Penteado grudam na TV

Os parentes de Yolanda Penteado e do senador Freitas Valle,figuras da história de São Paulo que inspiraram os personagensde Ana Paula Arósio e Pedro Paulo Rangel, grudam na TV para conferir momentos que viveram reproduzidos na minissérie Um Só Coração, de MariaAdelaide Amaral e Alcides Nogueira.Na casa de algumas famíliastradicionais de São Paulo, parecia final de Copa do Mundo.Champanhe gelada, mesa farta e muita expectativa. Todos a postosem frente da televisão, contando os minutos para o início doprimeiro capítulo da série, que foi ao ar na noite deterça, na "Globo". Ansiosas, a sobrinha-neta de Yolanda, Sylvia Hess, aolado de sua filha, Carolina Hess, e da sogra, Stela de AlmeidaPrado Bernardes de Oliveira, aguardavam a apresentação, queriamver na abertura o nome da atriz Gabriela Hess, que vaiinterpretar sua avó, Guiomarita Penteado. O clima de euforiapermaneceu até o último minuto com direito até a uma salva depalmas. Todos os detalhes eram observados, lembranças de umpassado distante vinham à tona a cada cena. "Acho importantecontar a história de São Paulo e de sua cultura, muitas pessoasnão as conhecem. Por exemplo, poucos sabem que todos os homensforam para a frente, as casas ficaram vazias e todos contribuíamcom ouro para a compra de armas," lembra Stela. "Eram pessoas deideais, envolvidas com as questões políticas e artísticas doPaís," completa Sylvia. Ana Paula Arósio interpreta Yolanda, uma mulherdestemida e de personalidade arrojada. "Ela era uma mulher àfrente de seu tempo, corajosa, com temperamento forte e muitobrava. Não tinha filhos e sempre convidava todos os sobrinhospara passarem as férias na fazenda. Era rígida, às vezes até nosassustava. Também era uma dona de casa extremada, organizada",observa Sylvia. Essa mulher arrebatou corações, entre eles os de SantosDumont, Assis Chateubriand e de Ciccilo Matarazzo, seu segundomarido. Na minissérie, ela se casa com o primo, casamentoarranjado pela mãe, Guiomar. "Na verdade, ela se casou com Jaymeda Silva Telles e sua mãe, Guiomar (Cássia Kiss), não era umamulher tão dura como apareceu no capítulo, era mais doce",afirma Stela. Yolanda também tinha medo do comunismo. Segundo Sylvia,ela costumava alertar os sobrinhos para a importância dosestudos, de ter uma profissão. "Ela chegou a abrir uma padariana frente da fazenda, dizia que tinha uma profissão, erapadeira." Amante da arte, grande colecionadora, também costumavafreqüentar a casa do senador Freitas Valle, a Villa Kyrial. Mecenas - Parte do clã Freitas Valle se reuniu na casada jornalista Marcia Camargos para assistir a Um só Coração.Antes de a minissérie começar, as netas do senador, Heloisa eLygia, lembraram-se, com nostalgia, os tempos em que a VillaKyrial vivia repleta de artistas, intelectuais e políticos. Foilá que as duas passaram a infância e parte da juventude, até secasarem. "O salão em que o vovô recebia convidados era assimmesmo", comentou Lygia, referindo-se à cena em que o senador,interpretado pelo ator Pedro Paulo Rangel, recebe convidadoscomo Oswald e Mário de Andrade. Assim como os descendentes de Yolanda Penteado, afamília Freitas Valle estava eufórica. Demorou um tempo até quePedro Paulo Rangel, caracterizado como o senador, finalmenteaparecesse na telinha. A primeira aparição encheu o grupo dealegria, seguido por um burburinho generalizado. "Só que nossoavô não era tão baixo", comentou Heloísa. O senador Freitas Valle da vida real era um personagemesquecido da história, até ser resgatado, recentemente, na tesede doutorado de Marcia Camargos, que deu origem ao livro VillaKyrial - Crônica da Belle Époque Paulistana e serviu deinspiração para os autores Maria Adelaide Amaral e AlcidesNogueira. Fazendo as vezes de mecenas no início do século 20,Freitas Valle "colocou São Paulo no mapa cultural do Brasil",segundo Marcia. Com as bênçãos do presidente - e amigo - Washington Luís ele financiava os estudos de músicos e artistas plásticos noexterior, fazendo uso da lei de Pensionato Artístico do Estadode São Paulo. Influente, sua palavra era lei. As netasrecordam-se da rigidez do avô. "Mas eu gostava muito dele",derrete-se Lygia. "Era maravilhoso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.