Parati organiza sua festa literária internacional

Depois da consolidação da Bienal como grande divulgadora do livro, um novo evento foi confirmado no Brasil que pretende atrair importantes autores estrangeiros. Trata-se da Festa Literária Internacional de Parati, cuja primeira edição vai acontecer na histórica cidade fluminense entre os dias 1.º e 3 de agosto. "Durante esse período, grandes nomes das letras estarão discutindo temas que mais lhes agradam: os literários", comenta Liz Calder, editora britânica, fundadora da Bloomsbury e que coordena o evento.Nos três dias, escritores nacionais e estrangeiros participarão de palestras temáticas. Já está confirmada a presença de Ferreira Gullar, Michael Ondaatje, Milton Hatoum, Luis Fernando Verissimo, Hanif Kureishi, Patrícia Melo, Julian Barnes, Eric Hobsbawn, Marçal Aquino, Ana Maria Machado, Luiz Ruffato e outros que ainda dependem de um acerto final. "Até o início de junho, pretendemos fechar a relação e esperamos contar com cerca de 20 escritores", conta Flávio Pinheiro, diretor artístico e responsável pela programação. Liz Calder conta que tentou confirmar a presença da escocesa J. K. Rowling, autora da série Harry Potter, mas não conseguiu."Talvez para uma próxima edição."A festa, já conhecida pela sigla Flip, inspira-se na informalidade e intimismo de reuniões que começaram pequenas em cidades britânicas do interior e, graças ao sucesso, já atingem números consideráveis. É o caso de Hay-on-Wye, pequena cidade do País de Gales, a escocesa Edimburgo, a canadense Toronto, e a italiana Mântua. "Nos encontros, os escritores não apenas discutem idéias e literaturas como promovem leituras de seus livros", conta Pinheiro. "Isso oferece uma oportunidade única, pois é possível descobrir a forma como um autor pensou a cadência das frases e também as pausas."Os eventos deverão acontecer na Casa de Cultura de Parati, que está sendo especialmente reformada para a feira. Lá, em um auditório para 200 pessoas, os autores vão discutir sobre diversos assuntos, como suas afinidades eletivas, ou seja, escritores que ajudaram a construir o mundo litériario que habitam. "Já planejamos, por exemplo, uma mesa sobre a crônica como expressão carioca, da qual participarão Adriana Falcão, Zuenir Ventura e Joaquim Ferreira dos Santos", afirma Pinheiro. "Não vamos programar mesas simultâneas, para que todos possam acompanhar tudo." As pessoas que não conseguirem lugar no auditório poderão assistir às conversas por meio de um telão, em outra sala da Casa de Cultura.Com organização avaliada em R$ 1 milhão, a festa poderá começar antecipada, no dia 31 de julho, caso o ministro da Cultura, Gilberto Gil, confirme sua presença. Também a cantora Adriana Calcanhoto, que faria um show além de declamar poemas, depende de confirmação, mas a festa terá, a cada ano, uma homenagem a um determinado escritor. Na primeira edição, o escolhido é o poeta Vinicius de Moraes, que faria 90 anos em outubro. Os interessados em participar poderão consultar o site da festa no endereço www.flip.org.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.