Parada de vacas conquista Nova York

Uma boiada de 500 vacas está solta pelas ruas da capital do mundo, causando a maior sensação. Algumas tem sabor, produzido por chicletes colados. Muitas usam batom. E duas dançam sobre as patinhas traseiras, com vestido rendado e meias furadinhas.Bolada por um artista suíço, a "cowparade" (parada de vacas) é uma daquelas idéias de jerico que deu certo. Não há quem passe e consiga ignorar a presença das bichinhas - feitas de fibra de vidro, em tamanho natural. Elas estão sobre bases de concreto e resistem a tudo, sendo montadas por grupos de crianças e turistas, para fotos.Quando forem para outras pastagens, em setembro, deverão ter sido vistas por mais gente do que qualquer exposição intelectualmente correta do Museu de Arte Moderna - afinal, elas estão na rua e são de graça.As vacas dão leite para entidades de caridade. Bancos, empresas pontocom e até um time de futebol suíço adotaram as nova-iorquinas, ao custo de R$ 15 mil cada. Um hotel da Florida botou a sua vaca na rua e oferece aos que a encontrarem o sorteio de uma estadia gratuita. Um gaiato lançou o concurso Miss America Vaca.A boiada original foi criada em Zurique, na Suíça. Nos EUA, apareceu em Chicago, com sucesso. Ela começou a ser plantada em Times Square, em junho. Cada uma é produzida por um artista independente, sobre o modelito básico da vaca leiteira suíça. A vacaria está na rede: www.cowparede.org.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.