Papai Noel sai da lista de personagens mais ricos da <i>Forbes</i>

Coisa para poucos, a lista dos 15 personagens fictícios mais ricos, elaborada pela revista americana Forbes, deixou de fora o velho Papai Noel. Quando o assunto é dinheiro, o critério é impiedoso: Oliver Warbucks, pai adotivo da adorável Annie, é soberano. Sua fortuna foi avaliada em nada menos que US$ 36,2 bilhões. Sua origem? Indústria de armamentos (possivelmente alimentada pela Guerra do Iraque). Em segundo vem Montgomery Burns, de Os Simpsons, com US$ 16,8 bilhões, seguido pelo Tio Patinhas e seus US$ 10,9 bilhões em moedas bem guardadas em sua monumental caixa-forte. A metodologia da lista, segundo a Forbes, leva em conta o movimento, "quando conhecido", de ações e commodities. Segundo a revista, Papai Noel saiu do ranking devido a um problema de ordem "metafísica". "Estimamos que a fortuna de Noel seja infinita, mas o excluímos da lista após sermos bombardeados por cartas de crianças ultrajadas insistindo que Noel é ´real´." Difícil negar, já que todos os anos milhões de crianças recebem anualmente seus presentes na madrugada de Natal. De fortunas não menos respeitáveis estão Bruce Wayne, alcunha diurna de Batman, seguido por Tony Stark, ou Homem de Ferro. O patrimônio do primeiro foi avaliado em US$ 6,8 bilhões, e o do segundo, em US$ 3 bilhões. Em termos de filantropia, fazem de Bill Gates um dono de carrinho de pipoca: todo o investimento da Wayne Corp. e da Stark Enterprises é aplicado em benefício da população. Nem que para isso eles tenham de se valer do anonimato heróico. Nada de burocracia. Grana é para ser usada. Santo cinto de utilidades. Registre-se, aliás: anonimato é coisa que o próprio Homem de Ferro abandonou recentemente. Fiel ao Patriot Act, o pacote de leis antiterror da administração Bush, ele revelou sua identidade secreta, passando a ser um funcionário especial do Estado norte-americano. Lucius Malfoy, pedra no sapato de Harry Potter, está na lista Contam ainda na lista da Forbes os britânicos Willy Wonka e sua fábrica de chocolates, com um valor estimado em US$ 2 bilhões; Lucius Malfoy, pedra no sapato de Harry Potter, com seu US$ 1,3 bilhão, e Lara Croft, de Tomb Raider, com seu mero US$1 bilhão. Condessa de Abbingdon, Croft aparentemente vai ter de suar muito no próximo ano para não ferir sua imagem de patricinha perdulária. Até onde se sabe, roupas não são suas prioridades em termos de investimento. Arrolados entre os últimos lugares estão Tony Montana, de Scarface, e Super Mario, da longeva série de videogames. Montana deve seu sucesso a uma bem delineada carreira de narcocapitalismo, mesmo transgredindo a regra absoluta tráfico - jamais usar a própria droga. Bem mais inocente, o hoje tridimensional Mario acumulou milhares de flutuantes moedas através de anos de saltos, vôos, corridas e cabeçadas em mais de dez anos nos jogos da Nintendo. Mesmo assim ficou com o último lugar, também com algo em torno de US$ 1 bilhão.Fazem falta algumas fortunas notórias. Qual seria a classificação de Tchala, príncipe do país africano de Wakanda e que eventualmente luta ao lado do Capitão América como Pantera Negra? Talvez a economia do Estado "wakandiano" esteja atrelada à americana por meios escusos, daí ser impossível calcular seu real montante. Ou então, de onde vem o pote de ouro do Professor Xavier? Que tipo de escola consegue bancar a manutenção - e freqüente destruição - de um jato supersônico já meio ultrapassado como o Pássaro Negro? Estariam os alunos de Xavier, os infames X-Men, usando suas habilidades de maneira criminosa? Considerações importantes que a Forbes deve se fazer nos próximos anos. Afinal, para quem acha tudo isso uma bobagem, a realidade só se sustenta como tal enquanto existe a ficção. Confira a lista dos personagens mais ricos da ficção1.Oliver "Daddy" Warbucks (Annie) - US$ 36,2 bilhões 2.Montgomery Burns (Os Simpsons) - US$ 16,8 bilhões 3.Tio Patinhas - US$ 10,9 bilhões 4.Riquinho - US$ 10,7 bilhões 5.Jed Clampett (Família Buscapé) - US$ 7,7 bilhões 6.Mr. Monopoly (Banco Imobiliário) - US$ 7,1 bilhões 7.Bruce Wayne (Batman) - US$ 6,8 bilhões 8.Tony Stark (Homem de Ferro) - US$ 3,0 bilhões 9.Príncipe Abakaliki da Nigéria - US$ 2,8 bilhões 10.Thurston Howell III (A Ilha dos Birutas) - US$ 2,7 bilhões 11.Willy Wonka (A Fantástica Fábrica de Chocolates) - US$ 2 bilhões 12.Lucius Malfoy (Harry Potter) - US$ 1,3 bilhões 13.Tony Montana (Scarface) - US$ 1 bilhão 14.Lara Croft (Tomb Raider) - US$ 1 bilhão 15.Mario (Super Mario Bros.) - US$ 1 bilhão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.