Panorama RioArte de Dança festeja 10 anos

A décima edição do Panorama RioArte deDança começa no dia 31, a próxima quinta-feira, festejando o sucesso. Iniciado em 1992, com poucos grupos cariocas, hoje reúne 22 companhias brasileiras e estrangeiras no Teatro CarlosGomes, no centro do Rio, e no Centro Cultural Sérgio Porto, na zona sul do Rio. Além disso, será exibida no Rio a mostra Foward Motion, que passou por São Paulo e quatro capitais. Haverá ainda o ciclo de debates Corpo em Risco, cuja abertura, no dia 2, seráo espetáculo-instalação ...Because I Might Loose, sob os Arcosda Lapa, no centro."Este ano, o público pode chegar a 10 mil pessoas, jáque estamos em duas salas. O mais importante é a qualidadetécnica e o crescimento da dança no Rio, resultado deinvestimentos feitos pelo poder público e pelas companhias",comemora a diretora artística do Panorama, a coreógrafa LiaRodrigues. "O sucesso de uma iniciativa como esta deve-se a umconjunto de fatores. Costumo dizer que, como em um bolo, todosos ingredientes contribuem para o resultado final."Ineditismo - O Panorama da Dança já dispõe de um balanço o livro Coreografia de uma Década, da jornalista AdrianaPavlova e do crítico Roberto Pereira, também curador da mostraNovíssimos, com 12 coreógrafos estreantes. "Um dos critérios deseleção é o ineditismo. Nosso objetivo é mostrar o que estáacontecendo de novo na dança contemporânea", avisa LiaRodrigues que este ano divide a curadoria também com Angel Viana, Fabiana Fritto, Nayse Lopes e Sônia Sobral. "Mas não há que sedestacar este ou aquele grupo, o importante é o conjunto detrabalhos que aparecem."Mesmo assim aguarda-se Joaquim Maria, de MárciaMilhazes, final da trilogia sobre Machado de Assis; ouVaidade, de Dani Lima. De São Paulo, vem Marta Soares, comO Homem de Jasmim, e de Minas, Marcelo Gabriel traz OÚtero Cromossal. França e Grã-Bretanha são os países quetrazem mais companhias profissionais para workshops e participarde debates: as britânicas Rosemary Butcher e Emma Gladstone e osfranceses Dimitri Chamblas e Boris Charmatz.Entre os vídeos, destaca-se Perfis Contemporâneos,de Andrea Loureiro, sobre Márcia Milhazes (em que se disseca oprocesso criativo, sempre em família, da coreógrafa) e a mostraFoward Motion, organizada pelo Núcleo de Artes Cênicas do ItaúCultural. São 25 vídeos a ser apresentados no Centro CulturalSérgio Porto, a partir de 5 de novembro. O Panorama Rioarte deDança vai até o dia 11 e, como tem patrocínio da prefeitura doRio, os ingressos custam R$ 6,00. "É também uma oportunidadepara o público ter contato com a dança, já que os preços sãobastante acessíveis", conclui Lia Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.