Panorama da Arte Brasileira reúne estrangeiros neste ano

Segundo curador, exposição é 'da arte, não dos brasileiros'; Caetano Veloso e Niemeyer foram insipração

02 de outubro de 2009 | 04h01

O Panorama da Arte Brasileira, realizado há 40 anos pelo MAM, reúne cerca de 30 artistas nesta edição. Mas, apesar da proposta de mostrar a produção nacional, apenas dois deles são brasileiros.

 

"O panorama é da arte e não dos artistas brasileiros", defende o curador Adriano Pedrosa. Entre os temas verde-amarelos que inspiraram os artistas internacionais estão referências a Lina Bo Bardi e Oscar Niemeyer. Um exemplo é a obra ‘Aqui Tudo Parece Que Ainda é Construção e Já é Ruína’, do britânico Cerith Wyn Evans, feita a partir da canção ‘Fora da Ordem’, de Caetano Veloso. A frase é escrita com fogos de artifícios queimados. O nome da edição 2009, ‘Mamõyguara Opá Mamõ Pupé’, significa, em tupi, ‘estrangeiros em todo lugar’. Bem apropriado.

 

MAM - Parque do Ibirapuera

Onde: Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, Portão 3. Tel: 5085-1300

Quando: A partir de domingo, 4, até 20/12. Das 10h às 17h30. Fecha às segundas-feiras

Quanto: R$ 5,50. Grátis aos domingos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.