Palhaços invadem o centro da cidade

Um cortejo de palhaços toma hoje um pedaço do centro de São Paulo. Devem vir de todos os cantos, para invadir o largo Paissandu até chegar à rua Abelardo Pinto - que leva o nome do mítico circense, Piolim. Marcado para 12h30, o evento é apenas uma das atividades programadas para saudar o Dia do Palhaço.

Maria Eugênia de Menezes, O Estado de S.Paulo

10 de dezembro de 2010 | 00h00

A agenda comemorativa concentra ainda as apresentações de três grupos estrangeiros - entre eles o número do argentino Chacovachi, um dos mais tradicionais profissionais do riso de seu país. Em sua segunda passagem por aqui, o palhaço traz o espetáculo Cuidado! Un Payaso Malo Pude Arruinar Tu Vida.

As apresentações acontecem dentro ou ao redor de uma imensa lona, armada no Vale do Anhangabaú, por onde devem desfilar, até domingo, artistas brasileiros e sul-americanos. Batizada de Revirada Circo, a programação deve reunir representantes das velhas e novas correntes do circo. Ainda que esteja em sua primeira edição, a Revirada é, na verdade, uma junção de dois projetos voltados à arte circense que a Secretaria Municipal de Cultura já desenvolvia em anos anteriores: o Festival Municipal de Circo e a Palhaçaria Paulistana, que conta com o apoio da Companhia Brasileira de Circo. "É uma tentativa de intensificar nossas ações voltadas ao circo", pontua Veronica Tamaoki, coordenadora do Centro de Memória do Circo, instituição mantida pela prefeitura que preserva a história dessa arte.

REVIRADA CIRCO

Vale do Anhagabaú. Hoje, a partir de 9h30; sáb. e dom., 11 h. Grátis. http://cultura.prefeitura.sp.gov.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.