Palhaços do quadrinista Laerte ganham vida em SP

Eles são dois palhaços impagáveis. Quem viu espetáculos como À La Carte sabe do talento cômico da dupla Domingos Montagner e Fernando Sampaio. Quem não conhece tem nova oportunidade a partir de quinta-feira com a estréia no Espaço Parlapatões, em São Paulo, do espetáculo A Noite dos Palhaços Mudos. Como já ocorrera com Piratas do Tietê, O Filme, a fonte de inspiração é a obra do quadrinista Laerte, desta vez uma história de mesmo nome também publicada na álbum Os Piratas do Tietê e Outras Barbaridades, de 1994.A Noite dos Palhaços Mudos, a original, pode ser lida no site www.laerte.com.br, basta clicar em personagens. Vale conferir. Envolve dois palhaços que tentam salvar um terceiro, prestes a ser executado no interior de uma mansão, por um grupo de homens decididos a eliminar todos os palhaços do mundo. "É uma história meio absurda, com forte clima de suspense e a atmosfera de filme noir", observa Montagner.Fundadores da Cia. La Mínima, Domingos e Fernando adaptaram a história para o palco, em parceria com o diretor do espetáculo Álvaro Assad, para ser interpretada por dois palhaços. Eles entram na mansão onde estão os exterminadores de palhaços não para resgatar um terceiro, mas o nariz de um deles, cortado numa perseguição. Fábio Espósito, ator especialmente convidado, se reveza nos demais papéis. As informações são do jornal O Estado de S. PauloA Noite dos Palhaços Mudos. 50 min. 12 anos. Espaço Parlapatões (98 lugs.). Praça Roosevelt, 158, centro de São Paulo. Tel. (011) 3258-4449. 5.ª, 21 h. R$ 20. Estréia na quinta. Até 29/5.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.