PAI E FILHA REVIVEM A SAGA DOS MALÊS

Filmar a Revolta dos Malês (1835) é um antigo desejo de Antonio Pitanga que, acreditamos, não achará ruim ser identificado como o "pai da Camila". Brincadeira à parte, Pitanga, pai, é um dos mais importantes atores do País, tendo trabalhado com os diretores do Cinema Novo como Cacá Diegues (A Grande Cidade,Joana Francesa) e Glauber Rocha (Barravento, Câncer e A Idade da Terra),entre outros. Dirigiu também um longa-metragem, Na Boca do Mundo (1978) e quer repetir a experiência agora com essa história que o obceca, o motim dos corajosos negros de origem muçulmana em sua Salvador natal nos tempos da escravidão. "Agora está tudo pronto para a filmagem e vamos todos trabalhar no filme, papai, eu e meu irmão Rocco", conta a atriz. Todo o clã Pitanga, sobrenome adotado do primeiro personagem do pai, nome civil Antonio Sampaio, em seu primeiro filme, Bahia de Todos os Santos (1960), de

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.