Pai da filha de Anna Nicole Smith ainda é enigma

Os resultados dos exames de DNA encomendados por um juiz das Bahamas para identificar o pai da filha de 6 meses da falecida modelo da Playboy e estrela de tablóides Anna Nicole Smith, Dannielynn, não foram divulgados na terça-feira, 3.Esperava-se que os resultados dos exames, feitos a partir de uma amostra do DNA da menina, fossem revelados durante a audiência realizada na terça-feira num tribunal de Nassau.Mas a sessão a portas fechadas terminou em apenas uma hora e meia, sem lançar qualquer luz sobre a questão da paternidade.Damian Gomez, um advogado que representa o companheiro e advogado de longa data de Anna, Howard K. Stern, disse que os procedimentos no tribunal de Nassau serão retomados na próxima terça-feira.Citando uma ordem de silêncio sobre o assunto, os participantes da audiência disseram que não podiam comentar os assuntos tratados no tribunal.Os tribunais das Bahamas, que operam sob diretrizes legais britânicas, proíbem a identificação de menores de idade em procedimentos de tribunais.A rede Court TV citou uma fonte não identificada como tendo dito que os resultados dos exames de DNA não foram revelados no tribunal.Dois paisA morte de Anna Nicole Smith num hotel-cassino da Flórida em 8 de fevereiro desencadeou uma tempestade, com várias pessoas disputando seus restos mortais e também a guarda da bebê. A criança pode futuramente ser dona de uma fortuna se os herdeiros da loira ganharem uma batalha legal que já dura uma década para herdar milhões de dólares do falecido marido de Smith, um magnata petrolífero.Ela foi enterrada nas Bahamas em 2 de março, num funeral ao qual estavam presentes Stern, que consta como pai de Dannielynn na certidão de nascimento da menina, e o fotógrafo de Los Angeles Larry Birkhead, que também reivindica a paternidade da menina.Birkhead abriu processos reivindicando a paternidade de Dannielynn em tribunais de Los Angeles, Miami e Nassau, mas alguns outros homens também afirmaram que podem ser o pai da menina.Na semana passada, autoridades da Flórida declararam que a causa da morte de Anna Nicole Smith foi uma overdose acidental de medicamentos receitados por médicos, incluindo um sedativo potente, com isso pondo fim a semanas de incerteza em torno da morte repentina da ex-coelhinha da Playboy.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.