Ozpetek e o sexo: Filmes da Mostra

Pequenos Espiões 3D

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

24 de setembro de 2010 | 00h00

15H35 NA GLOBO

(Spy Kids 3-D: Game Over). EUA, 2003. Direção de Robert Rodriguez, com Antonio Banderas, Alexa Vega, Daryl Sabara, Sylvester Stallone, Salma Hayek, George Clooney.

Em seu primeiro papel de vilão, Sylvester Stallone faz fabricante de brinquedos que quer dominar o mundo e, para isso, cria jogo virtual que prende quem o pratica numa espécie de universo paralelo. Quando isso ocorre com sua irmã Carmen, Juni vai à luta para libertá-la. O terceiro filme da série dos pequenos espiões de Robert Rodriguez não vale grande coisa. É melhor esperar por Machete, que aterrissa antes no Festival do Rio (que começa hoje para o público). Reprise, colorido, 84 min.

A Janela da Frente

22 H NA CULTURA

(La Finestra Di Fronte). Itália/Inglaterra/Turquia/Portugal, 2003. Direção Ferzan Ozpetek, com Giovanna Mezzogiorno, Filippo Nigro, Raul Bova, Massimo Girotti.

O cineasta turco/italiano Ozpetek também estará na programação do Rio com seu novo filme, Mine Vaganti. Aqui ele mostra mulher casada e infeliz que se sente atraída pelo vizinho. Vagas reminiscências de A Janela Indiscreta, de Alfred Hitchcock, ajudam a melhorar ainda mais o que já é bom, um estudo de relações - e de sexualidades à flor da pele -, bem típico do universo do diretor. A destacar que Giovanna Mezzogiorno é a estrela de Vincere, de Marco Bellocchio, ainda em cartaz nos cinemas. Um programa atraente da Mostra na TV. Inédito, colorido, 106 min.

Tempestade de Gelo

22 H NA REDE BRASIL

(The Ice Storm). EUA, 1997. Direção de Ang Lee, com Kevin Kline, Joan Allen, Sigourney Weaver, Christina Ricci, Elijah Wood, Henry Czerny, Tobey Maguire, Katie Holmes.

O livro de Ron Moody havia sido fenômeno editorial - adorado pelo público e pela crítica - e Ang Lee o transformou num estudo das famílias suburbanas da "América". Durante a tempestade de gelo do título - baseada numa que ocorreu de fato em New Canaan, Connecticut, em 1973 -, casais e seus filhos adolescentes, presos numa casa, participam de jogos que expõem a sexualidade reprimida tentando se liberar. Ang Lee sempre é bom, mesmo em filmes que não são completamente logrados, como este. Reprise, colorido, 113 min.

Amor e Cia

22 H NA TV BRASIL

Brasil, 1999. Direção de Helvécio Ratton, com Marco Nanini, Patrícia Pillar, Alexandre Borges, Rogério Cardoso, Cláudio Mamberti, Maria Sílvia, Ary França, Nelson Dantas, Rui Rezende.

O longa que o mineiro Ratton adaptou de Eça de Queiroz trata de um casamento destroçado pela suspeita do marido de que está sendo traído pela mulher, com seu melhor amigo. Cuidado de produção, elenco sólido. Mas falta alguma coisa para que o filme seja bom de fato. Reprise, colorido, 95 min.

A Sogra

23H30 NO SBT

(Monster-in-Law). EUA, 2005. Direção de Robert Luketic, com Jennifer Lopez, Jane Fonda, Michael Vartan.

Em vez de "Mother in law" (sogra), Jane Fonda é "Monster in law", a megera mãe do noivo que inferniza a vida da pobre Jennifer Lopez. Um tanto de humor negro incrementa esta comédia que vale pelo duo de atrizes, Jane, retornando após uma parada de muitos anos, e Jennifer no auge, esbanjando sensualidade. Reprise, colorido, 93 min.

Átimo

0 H NA TV BRASIL

Brasil, 1997. Direção de Romeu di

Sessa, com Mayara Magri, Lui Strasburger.

Casal de namorados planeja construir uma vida na Europa, ela viaja na frente, ele termina ficando. Anos mais tarde, ela retorna e ambos (re)avaliam o que teria ocorrido, se ele também tivesse ido. O média-metragem do diretor Di Sessa passou com destaque nos festivais de Brasília e Gramado. Luiz Zanin Oricchio o recomenda - diz que é muito bom. Inédito, colorido, 30 min.

A Sentinela - Alta Tensão

1H25 NA REDE BRASIL

(The Sentinel). EUA, 1977. Direção de Michael Winner, com Cristina Raines, Ava Gardner, Chris Sarandon, Burgess Meredith, Sylvia Miles, Jose Ferrer, Christopher Walken.

Um elenco de luxo - com uma das últimas participações da lendária Ava Gardner - ajuda a tornar palatável este terror sobre modelo que aluga cobertura em Nova York e descobre que o lugar é infestado de demônios. Pior - eles estão lá para transformá-la na nova guardiã do portal do inferno. Alguns sustos, e só. O inglês Winner era um cineasta de certa ambição, mas depois que vendeu a alma ao desejo de matar de Charles Bronson virou um faz tudo, e passou a fazer cada vez pior. Reprise, colorido, 91 min.

Intercine

3H05 NA GLOBO

A emissora exibe o preferido

do público entre - Leão Branco, O Lutador Sem Lei, de Sheldon Lettich, com Jean-Claude Van Damme como lutador que abre caminho à base de pancadaria no ringue (e o astro também fez deste filme a obra de sua consagração); e Terror em Silent Hill, de Christophe Gans, com Radha Mitchell como mãe que busca ajuda para a filha moribunda e descobre que está numa espécie de antessala do inferno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.