Outro acusador de Travolta retira ação e chama 'advogada das estrelas'

O segundo massagista que acusava John Travolta de assédio sexual retirou nesta quinta-feira o processo contra o ator e contratou a advogada Gloria Allred, conhecida por envolvimento em casos com celebridades, que disse que a ação pode ser reaberta em outro tribunal.

REUTERS

17 de maio de 2012 | 16h40

Allred já representava o primeiro acusador, um morador do Texas que foi identificado no processo como "John Doe No 1" ("fulano de tal 1"). O segundo acusador, que vive no Texas, é chamado no processo de "John Doe No 2".

"Acreditamos que a ação deveria ser protocolada em outro tribunal e, portanto, a ação foi arquivada sem prejuízo", disse Allred em nota. "Vamos confabular com nosso cliente a respeito do que acontecerá em seguida neste caso."

A defesa de Travolta não foi imediatamente localizada para comentar. Mas nesta semana, quando John Doe No 1 retirou a queixa num procedimento semelhante, o advogado Martin Singer disse que isso provava a inocência do seu cliente.

Travolta, de 58 anos, ficou conhecido por filmes como "Embalos de Sábado à Noite" e "Pulp Fiction". Ele é casado desde 1991 com a atriz Kelly Preston.

(Reportagem de Bob Tourtellotte)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTETRAVOLTAMASSAGISTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.