Oscar Niemeyer presenteia Fidel Castro com escultura

O arquiteto Oscar Niemeyer presenteou o presidente cubano Fidel Castro com uma escultura que ficará em uma praça que será construída na Universidade das Ciências Informáticas (UCI), em Havana.A obra de Niemeyer, que completará 99 anos nesta sexta-feira, pesa 9,5 toneladas, e representa um monstro com a boca aberta e um cubano encarando-o de frente e empunhando uma bandeira, segundo a descrição da intelectual brasileira Marília Guimarães.Marília disse que se trata de "uma bandeira frente a um império", com formas ovaladas em aço e olhando para o céu. Atrás dela, o homem cubano, "imprescindível, invencível em sua determinação de preservar sua liberdade e garantir a qualquer preço as conquistas de todos estes anos"."Fidel sonhou em colocá-la na UCI. A idéia nasceu de uma escultura dada por Niemeyer a Fidel na década de 1990, mas que na época não pôde sair do Brasil", explicou.A obra será construída por um escultor brasileiro e por trabalhadores cubanos."É linda, fantástica e já está quase terminada. É um aprendizado único para os que nunca tinham trabalhado com a tecnologia de Niemeyer", declarou ela. "Niemeyer está muito feliz. Seu amor a Cuba e a Fidel Castro estão expressos no que ele sabe fazer como ninguém", acrescentou.A notícia do presente de Niemeyer foi anunciada após as recentes celebrações pelo 80.º aniversário do líder da revolução cubana, que permanece se recuperando de uma delicada cirurgia que lhe obrigou a delegar provisoriamente o poder a seu irmão Raúl e a seis homens de sua confiança em 31 de julho, devido a uma doença que ele mesmo qualificou de "segredo de Estado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.