Oscar de la Renta faz último desfile

Oscar de la Renta, cujos elegantes trajes de noite ganharam inúmeras admiradoras de ambos os lados do Atlânmtico, apresentou hoje sua última coleção em Paris. Seu desfile marcou a segunda jornada de desfiles parisienses para outono-inverno 2002-2003, aberta na intimidade dos salões da Chanel por Karl Lagerfeld.O estilista dominicano-americano apresentou uma coleção em estilo russo no Museu de Artes Decorativas, em um desfile suntuoso, que marcou o fim de sua sociedade com a marca francesa Balmain, segundo informou Chantal Vizioz, uma porta-voz da empresa.De la Renta, de 70 anos, retira-se do mundo da moda, mas continua com sua linha de roupas e seu perfume, que tem a marca Oscar de la Renta, em Nova York, onde mora e onde fica a sede da Oscar de la Renta Ltda."Ele possui uma grande empresa nos Estados Unidos que continuará funcionando", acrescentou. O contrato de dez anos do estilista com a Balmain expira hoje, disse Vizioz, que não explicou porque o contrato não foi renovado.De la Renta foi contratado pela Balmain em 1993 para desenhar os trajes de luxo e tornou-se o primeiro dominicano-americano a desenhar para uma casa francesa de alta costura, segundo um comunicado emitodo por Balmain, na segunda. De la Renta saiu da República Dominicana aos 18 anos para estudar pintura em Madrid, e acabou tornando-se estilista. Trabalhou com o espanhol Cristóbal Balenciaga e com Elizabeth Arden, em Nova York, entre outros. Ficou famoso tempos depois ao lançar moda étnica com inspiração nas criações russas e ciganas, no uso de tecidos como a seda e no audacioso emprego de cores como o roxo, verde e rosa. Entre suas clientes famosas, estão as ex-primeiras damas norte-americanas Hillary Clinton e Jackie Kennedy Onassis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.