"Os Sobreviventes" ganha menção especial

Além de ter premiado o ensaio histórico Nau Capitânia - biografia do navegador português Pedro Álvares Cabral -, do jornalista Walter Galvani, como o melhor livro na categoria de literatura brasileira, o Prêmio Casa de Las Americas deu menção especial ao livro de contos Os Sobreviventes, de Luis Ruffato, um mineiro de Cataguases, que é escritor e jornalista do Jornal da Tarde, em São Paulo.O prêmio, que é um dos mais importantes da cena literária latino-americana, foi divulgado no último dia 2. Entre os jurados do prêmio estavam os escritores brasileiros Ângela Leite de Souza, de Belo Horizonte, que recebeu o Casa de Las Americas na categoria de poesia em 1997, com o livro Estas Muitas Minas. Compuseram ainda o corpo de jurados os escritores Sérgio Sant´Anna, do Rio, e Fernando Morais, de São Paulo e os cubanos Raul Roa e Carlo Marti, respectivamente embaixador e adido cultural de Cuba no Brasil antes do golpe militar de 1964. Os membros do júri decidiram premiar obras de reconhecida qualidade, mas que ainda não têm seus trabalhos devidamente conhecidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.