"Os Simpsons" levam seu humor para a Inglaterra

Muitos reclamaram e se sentiram ofendidos, mas não há como negar que a passagem dos Simpsons pelo Brasil rendeu boas piadas. Agora, os personagens arrumam mais uma vez suas malas para visitarem a Inglaterra. O episódio inédito intitulado The Regina Monologues, que conta com caricaturas de personalidades inglesas como o primeiro-ministro Tony Blair e a autora J. K. Rowling - criadora do personagem infanto-juvenil Harry Potter -, vai ao ar pela Fox, no dia 25 de julho, às 20h30. Tudo começa quando Bart é abençoado por uma nota de US$ 1 mil, que o Sr. Burns perde em um caixa eletrônico. A nota se transforma em celebridade e todos os habitantes de Springfield fazem fila para vê-la. Esperto, Bart decide criar um museu, deixar a nota em exposição e cobrar a entrada do público para financiar a viagem da família para a Inglaterra, já que o vovô quer encontrar Edwina, uma antiga namorada. Ao chegarem no país, são saudados por Tony Blair. Durante um passeio, eles encontram a escritora J. K. Rowling e Lisa pergunta o que acontecerá no final da saga de Harry Potter. A autora diz que o bruxo se casará com Lisa. Em frente a um teatro, depois de andarem pelo famoso ônibus de dois andares, os turistas cumprimentam outro ícone inglês: o ator Ian McKellen - o Gandalf de O Senhor dos Anéis. Porém, o melhor encontro da noite é com a rainha Elizabeth. Irritado com o trânsito de Londres, Homer bate na carruagem real. O "pequeno" incidente leva Homer ao tribunal. Ele é sentenciado, preso, humilhado, mas se livra do castigo ao prometer que nunca mais voltará à Inglaterra. No retorno para casa, o avô finalmente encontra Edwina, que lhe apresenta sua filha: uma versão feminina de Homer!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.