Os seis magos de Antuérpia

O rótulo "Os Seis de Antuérpia" refere-se ao influente grupo de estilistas belgas que, em 1988, provocou uma nova reviravolta na moda. A fórmula: conceitos rígidos, propostas ousadas e um retorno à simplicidade.

, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2010 | 00h00

Eles se conhecerem na Antwerp Royal Academy of Fine Arts. O sucesso e a aceitação do grupo fez da cidade um dos centros mais cobiçados para estudantes de moda do mundo todo. Criativas e inovadoras, as roupas dos jovens estilistas provocaram o mesmo impacto na moda que os japoneses uma década antes. Mudaram as regras. Mas, no delirante mundo de fantasia e de luxo, foram tachados de cerebrais e minimalistas.

Entre os estilistas mais famosos, estão Dries Van Noten, Ann Demeulemeester e Dirk Bikkembergs. Os dois primeiros, bastante cultuados, fazem parte do calendário oficial de moda de Paris.

A história começou em 1988 quando os seis amigos alugaram um trailer para poder mostrar suas criações respectivas em Londres, na temporada de moda que na época era chamada de London Fashion Fair. Daí o nome Coletivo dos Seis da Antuérpia (The Antwerp Six Collective). Depois da chegada dos belgas, a moda nunca mais foi a mesma.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.