Os fundamentos

Marte e Urano em trígono; a Lua ainda é Cheia no signo de Touro.

astro@0-quiroga.com, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2010 | 00h00

Os fundamentos da Vida não se opõem a nenhuma religião ou ciência, mas estruturam todos os conhecimentos, desejos e ações de nossa humanidade. Cada pessoa ou grupo conseguirá absorver um tanto desses fundamentos, de acordo com sua capacidade e vontade. Os fundamentos da vida oferecem mundos infinitos de conhecimento, não apenas para aventurar-se na dimensão do espírito, mas também para conquistar bem-estar material e todo saber que vincule essas duas dimensões que em nossa moderna civilização se tornaram artificialmente opostas, quando não o são. O casamento de espírito e matéria é indissolúvel e eterno, tanto o espírito quanto a matéria são imperecíveis, este é um dos fundamentos. Ignorância é o que não reconhece o fundamento.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Um ciclo completamente diferente está começando, pondo fim a longos meses de suspense. Sua alma não foi feita para viver em suspense, mas teve de acostumar-se com isso. Só que agora as coisas serão diferentes.

TOURO 21-4 a 20-5

Nunca aceite as coisas como aparecerem, sempre continue lutando até o fim, quando será propício preparar-se para aceitar que há forças maiores do que a sua, mas que isso não significa necessariamente uma derrota.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Se você quiser continuar aquém de suas reais possibilidades, então insista em distanciar-se da teia de relacionamentos sociais. É claro que a presença de pessoas complicará tudo, porém, o avanço será muito maior também.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Existem assuntos que desafiam a lógica e que, por isso, precisam de instrumento diferente para ser compreendidos. Eis que vem ao auxílio a intuição, aquela luz fugaz que promove ideias fantásticas, mas de difícil aceitação.

LEÃO 22-7 a 22-8

As grandes dificuldades precedem grandes vitórias. Porém, não se deve dar por sabido que somente porque as dificuldades existam que a vitória já estaria garantida. Isso provocaria lassidão e desleixo, vícios fatais.

VIRGEM 23-8 a 22-9

O mais difícil da atualidade é depositar confiança no próprio destino. Você se acostumou a ter sob seu controle os acontecimentos, mas ocorre que a partir de agora tudo se torna misterioso demais para ser controlado.

LIBRA 23-9 a 22-10

Se todo mundo cumprisse sua função, certamente o mundo seria uma maravilha. Porém, ainda não

é isso que acontece e, por isso, mesmo que todos os ingredientes estejam presentes, nada pode ser dado por sabido.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Para conversar e dar palpites, as pessoas se dispõem a participar. Na ho-ra de arregaçar as mangas e trabalhar, essas mesmas pessoas estarão ocupadas com outras coisas que, com certeza, serão conversas também.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Alguma atitude terá de ser tomada e nada garante o sucesso de nenhuma daquelas em que você consegue pensar. Faça suas apostas, mas principalmente, entregue-se à vontade do Altíssimo, em cu-jas mãos está a última palavra.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Quando as coisas começarem a sair do seu controle, veja nisso o convite que o destino faz para você

se aquietar. Durante as pró-

ximas semanas, considere a necessidade de recolher sua energia e se despreocupar.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Muitas coisas tornaram-se urgentes porque deveriam ter sido feitas muito tempo atrás. Não importa, o tempo não se perde porque não é uma coisa. O tempo é uma experiência mental. Viva agora, faça o que deva ser feito.

PEIXES 20-2 a 20-3

Pense no bem-estar das futuras gerações e, a seguir, faça o necessário para que isso deixe de ser mero ideal e se transforme em prá-tica através de sua presença. Há um mundo melhor que pode e deve ser concretizado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.