Os 80 anos de Clint ganham festa no TCM

A Convenção das Bruxas

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2010 | 00h00

14H15 NO SBT

(The Witches). EUA, 1990. Direção de Nicolas Roeg, com Anjelica Huston, Jasen Fisher, Mai Zetterling, Rowan Atkinson.

Casal de irmãos passa as férias com a avó num hotel invadido por senhoras extravagantes. São bruxas que realizam sua convenção, lideradas por Anjelica Huston, que tem planos para dominar o mundo. Como todo filme do diretor Roeg, este também trata de um ritual iniciático, o do garoto. Adaptado de um original de Roald Dahl, o filme tem bons efeitos ? grande maquiagem, principalmente ?, o carisma de Anjelica, a presença da bergmaniana Mai Zetterling, que virou diretora, como a avó. Adultos e crianças, cada um à sua maneira, poderão desfrutar as virtudes do cartaz do SBT. Reprise, colorido, 91 min.

Lizzie McGuire ? Um Sonho Popstar

15H45 NA GLOBO

(The Lizzie Mcguire Movie). EUA, 2003. Direção de Jim Fall, com Hilary Duff, Adam Lamberg, Hallie Todd, Robert Carradine, Jake Thomas.

Estudante norte-americana, em férias com colegas na Itália, é confundida com estrela local. E se beneficia do equívoco para "ficar" com o ex da popstar. Naturalmente que ela descobre que um jovem de sua turma é quem a ama de verdade, etc., mas é colocar o carro adiante dos bois. A produção é da Disney, numa linha meio Hanna Montana. Reprise, colorido, 94 min.

Motoqueiros Selvagens

22H10 NA GLOBO

(Wild Hogs). EUA, 2007. Direção de Walt Becker, com Tim Allen, John Travolta, Martin Lawrence, William H. Macy, Ray Liotta, Marisa Tomei.

Amigos cinquentões que acham que suas vidas estão estagnadas caem na estrada, numa viagem de moto, em busca da juventude perdida. Eles se envolvem em todo tipo de complicação e ao pobre espectador só resta conjeturar que talvez teria sido melhor se tivessem ficado quietos, em seu canto. Eta, filme ruim. Já que era para repetir a fórmula de Os Últimos Durões, de Jeff Kanew, com Burt Lancaster e Kirk Douglas, o diretor Becker devia ter se aplicado melhor. O filme de 1986 sabia tirar partido dos astros e de velhos códigos de gêneros de Hollywood, coisa que não ocorre com o cartaz da Globo. Reprise, colorido, 100 min.

A Partilha

2H10 NA GLOBO

Brasil, 2001. Direção de Daniel Filho, com Glória Pires, Andrea Beltrão, Paloma Duarte, Lília Cabral, Herson Capri, Denis Carvalho.

Daniel Filho, massacrado pela crítica por sua adaptação da peça de Miguel Falabella, foi um grande êxito nos palcos de todo o Brasil. O filme ostenta a fama de televisivo e um problema na revelação do negativo completou o quadro das reclamações. Mesmo assim, fez 1,4 milhão de espectadores e se beneficia da presença de ótimas atrizes como as quatro irmãs que dividem bens, lembranças e até ressentimentos, por ocasião da morte da mãe. Talvez seja o caso de (re)ver A Partilha, para curtir o que o filme tem de bom, para ter atraído tanta gente. Reprise, colorido, 93 min.

Amanhã

A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre ? Era Uma Vez Um Casamento, de Matia Karrell, com Valeria Andrews, Omar Avila, Charlotte Ayala e Esai Morales, sobre Esai Morales, Charlotte Ayanna, Valeria Andrews, Kuno Becker, Michael Irby, sobre mulher que, às vésperas do casamento, atropela um cara e se envolve com o desconhecido, a ponto de querer ficar com ela, mas seu pai autoritário vai fazer de tudo para separá-los (EUA, 2004, fone 0800-70-9011); e Gata Fantasma, de Don McBrearty, com Michael Ontkean, Ellen Page, Lori Hallier, Shirley Knight e Shawn Roberts, sobre garota que se muda com o pai viúvo para casa assombrada pela gata do título, que pertencia à dona da mansão, que também morreu (Canadá, 2003, fone 0800-70-9012).

TV PAGA

A Festa da Menina Morta

22 H NO Canal Brasil

Brasil, 2008. Direção de Matheus Nachtergaele, com Daniel de Oliveira, Jackson Antunes, Dira Paes, Juliano Cazarré, Cássia Kiss.

Numa comunidade ribeirinha, à beira do Mazonas, Santinho mantém vivo o culto da Menina Morta. Incestuoso, ele mantém uma ligação forte com o pai, exercendo decisiva influência sobre todos ao redor. Um filme complexo, visceral, valorizado por grandes interpretações e por um extraordinário trabalho de câmera ? e cor ? de Lula Carvalho. Algumas cenas poderão chocar, mas a dor desses personagens é genuína. Reprise, colorido, 91 min.

Perseguidor Implacável

22 H NO TCM

(Dirty Harry). EUA, 1971. Direção de Don Siegel, com Clint Eastwood, Harry Guardino, Reni Santoni, Andy Robinson, John Vernon.

O primeiro filme da série Dirty Harry também foi o quinto dos seis que o diretor Siegel fez

com o astro Clint Eastwood. O xerife de Hollywood interpreta tira durão que caça assassino em série. O filme integra a programação especial com que o canal comemora hoje os 80 anos de Clint. Na sequência, serão exibidos Magnum 44, às 23h45; Sem Medo da Morte, à 1h55; e o especial Eastwood por Eastwood, às 3h40. Para os fãs do grande homem, é um programa e tanto. A mesma história inspirou outro filme importante, Zodíaco, de David Fincher. Reprise, colorido, 102 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.