Os 60 anos de Gudin, um ímã de craques

Elton Medeiros foi convidado, mas recusou em virtude de uma cirurgia que faria nos olhos. Paulinho da Viola também declinou, pois estará em outro palco na mesma data. Ausências obviamente sentidas, mas que não representam tantos problemas para Eduardo Gudin. Afinal, parceiros e intérpretes de peso não faltam nos quatro shows que ele apresenta de hoje a domingo, em comemoração dos seus 60 anos de vida, que se completam dia 14.

Lucas Nobile, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2010 | 00h00

Para-raio de gente talentosa e que o ajudou a se tornar um dos compositores mais relevantes do cancioneiro nacional, acompanhado de seu grupo Notícias Dum Brasil, Gudin conta hoje e amanhã com as participações de Leila Pinheiro, J.C. Costa Netto, Paulo Vanzolini, Ana Bernardo, Paulo César Pinheiro e Márcia (os dois últimos, relembrando em um pequeno quadro o espetáculo O Importante É Que A Nossa Emoção Sobreviva, de 1974), que cantarão temas antológicos de Gudin, como Mente (parceria com Vanzolini), Mordaça (com P.C. Pinheiro), Paulista, Verde (com J.C. Costa Netto) e Ainda Mais (com Paulinho da Viola).

Sábado e domingo, o compositor paulistano recebe Arrigo Barnabé, Roberto Riberti, Toquinho e, novamente, Paulo César Pinheiro. No repertório, canções como E Lá se Vão Meus Anéis e Maior É Deus (com P.C. Pinheiro), Bem Bom (com Arrigo Barnabé e Carlos Rennó, que batizou o clássico disco de Gal Costa) e De Violão para Violão, parceria com Maurício Sant"Anna em homenagem a Paulinho Nogueira, violonista que fez Gudin se entregar ao instrumento aos 13 anos. E o compositor, após uma sugestão, quase deixa de fora do repertório Olha Quem Chega, sua primeira parceria com Paulo César Pinheiro. "Você acaba de desmanchar o roteiro. (Risos). Essa música não pode ficar de fora, vamos tocá-la. Foi difícil fazer o roteiro, tem muita gente boa. Vai ser como uma corrida de bastão, um revezamento centrado nas parcerias", comenta Gudin.

EDUARDO GUDIN

Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, telefone 5080-3000.

Hoje a sáb., às 21 h; dom.,

às 18 h. De R$ 7,50 a R$ 30.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.