Operado, Gilberto Gil se recupera em casa

Ministro só volta ao trabalho na semana; por enquanto, comunica-se com bilhetes e gestos

Jotabê Medeiros, Estadão

08 Outubro 2007 | 12h12

Submetido a uma cirurgia nas cordas vocais na quinta-feira, o ministro da Cultura, Gilberto Gil, recupera-se bem em sua casa no Rio de Janeiro. Ele foi operado pelo médico oncologista Jacob Kligerman para a retirada de dois cistos, e a previsão é que volte às atividades de ministro na semana que vem, e que possa voltar a cantar em 10 dias. Segundo fontes do Ministério da Cultura, Gil recebeu anestesia geral para a operação e já no mesmo dia da cirurgia pôde dormir em sua própria casa. O dr. Kligerman foi o mesmo médico que operou o ex-governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho, em 2005, para a retirada de um nódulo benigno nas cordas vocais. A exemplo de Garotinho, Gil não sente dor e pode se alimentar normalmente, evitando apenas alimentos mais ásperos. Mas, para se comunicar, usa apenas bilhetes ou gestos.

Mais conteúdo sobre:
Gilberto Gil Ministro da Cultura

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.