Ópera lidera indicações para prêmio

A montagem mineira da ópera A Menina das Nuvens, de Villa-Lobos, lidera as indicações da 13ª edição do Prêmio Carlos Gomes. O espetáculo, realizado no Palácio das Artes, concorre em sete categorias, seguido por Cavalleria Rusticana (Teatro São Pedro/SP), com quatro indicações, O Cavaleiro da Rosa (Osesp/SP), com três, e O Anão (Petrobrás Sinfônica/RJ), Erwartung (Palácio das Artes/MG) e Macbeth (Palácio das Artes/MG), com duas indicações cada um. A entrega dos prêmios será dia 5 de maio, na Sala São Paulo. Os vencedores serão escolhidos por um corpo de cem jurados de todo o País e também pela votação popular, por meio do site da premiação.

João Luiz Sampaio, O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2010 | 00h00

A Menina das Nuvens baseia-se em um conto de fadas de Lúcia Benedetti e subiu ao palco do Palácio das Artes em uma versão cuidadosamente restaurada pelo maestro Roberto Duarte, que também assinou a direção musical do espetáculo e foi indicado para melhor regente de ópera. A produção concorre ainda nas categorias Cenário (Rosa Magalhães), Figurino (Rosa Magalhães), Iluminação (Pedro Pederneiras), Orquestra (Sinfônica de Minas Gerais) e Cantora Solista (Gabriella Pace) ? e como Melhor Espetáculo de Ópera, ao lado de O Anão, apresentado pela Sinfônica da Petrobrás no Rio; O Cavaleiro da Rosa, produção da Osesp na Sala São Paulo, e Cavalleria Rusticana, produção da APAA no Teatro São Pedro.

Canto. Ainda no universo da ópera e do canto, estão indicados os maestros Isaac Karabtchevsky (O Anão) e Silvio Viegas (Cavalleria Rusticana, produção do Municipal do Rio); os cantores Fernando Portari (CD A Canção da Terra), Marcello Vanucci (Cavalleria) e Rodrigo Esteves (Cavalleria, Cavaleiro da Rosa e A Canção da Terra); as cantoras Eliane Coelho (Erwartung) e Céline Imbert (A Voz Humana); os iluminadores Rubens Almeida (Romeu e Julieta) e Wagner Pinto (Macbeth); os cenógrafos Adriana Varejão (Erwartung) e da Cia. Imago (Pedro e o Lobo); e os figurinistas Claudinei Hidalgo (Cavalleria Rusticana) e Olintho Malaquias (Les Troyens, O Barbeiro de Sevilha). Também concorrem os diretores de cena André Heller-Lopes (O Cavaleiro da Rosa), Caetano Villela (Les Troyens), Henrique Passini (Rita) e William Pereira (O Barbeiro de Sevilha).

Na música sinfônica e de câmara foram indicados os violinistas Emanuelle Baldini e Luiz Felipe Coelho e o violonista Turíbio Santos (solistas instrumental); o Coro de Câmara da Osesp e os quartetos Osesp, da Cidade de São Paulo e Radamés Gnatalli (conjunto de câmara); os maestros Carlos Moreno, Isaac Karabtchevsky, Fábio Mechetti e Roberto Tibiriçá (regente sinfônico); a Filarmônica de Minas Gerais, a Sinfônica de Minas Gerais e a Sinfônica do Estado de São Paulo (orquestra sinfônica).

Para o Troféu Guarany, concedido pelo conjunto da obra, concorrem os pianistas Arnaldo Cohen e Nelson Freire, o crítico musical Lauro Machado Coelho e o maestro Walter Lourenção. Para votar, basta acessar o site www.premiocarlosgomes.com.br.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.