Onde comer bem sentindo-se em casa

Em 1987, o psicólogo e escultor italiano Vincenzo Venitucci, de 64 anos, saiu de sua terra natal e adotou o Brasil como pátria. Ele é um dos muitos imigrantes que obteve sucesso na capital paulista explorando uma das mais ricas vertentes culturais de seu país: a gastronomia. Em 1993, na própria casa onde mora até hoje, no bairro de Perdizes, Venitucci passou a servir massas frescas, carnes e peixes à moda clássica italiana. E, aos poucos, o térreo do sobrado foi ganhando mesas e estrutura de um pequeno restaurante, hoje com capacidade para 48 pessoas. Lá ele não aceita filas e fecha as portas quando a casa lota. ?Prefiro que meus clientes comam à vontade e sem pressa?, diz. Como Venitucci, outras pessoas fizeram da própria casa um restaurante. Erica Arnold, de 74 anos, também trocou as artes plásticas pela culinária. As semelhanças param por aí. Brasileira, filha de imigrantes alemães, Erica é a terceira geração de cozinheiras da família. Sua avó teve um restaurante na Alemanha ? o que justifica seu dom para a arte culinária e a autenticidade de seus pratos. Erica aproveitou a casa onde mora há 32 anos, no Sumarezinho, ela montou o Arnold´s Naschbar, no primeiro andar do imóvel. Lá ela prepara pratos típicos alemães, alguns com leve adaptação ao gosto brasileiro.Os pais armênios de Roberto Deyrmendjian vieram para o Brasil fugindo da guerra. Em 1951, construíram a casa onde o filho mora até hoje. Na mesma ocasião foi feito um forno (tamanho 5 por 5 metros) para a fabricação de pães. No início, eles faziam pães e esfihas por encomenda. ?As pessoas levavam a carne e o queijo e meus pais preparavam?, recorda. ?Depois começamos a fazer também o recheio.? Em 1987, Roberto assumiu o comando da Casa Garabed, onde nasceu há 45 anos, e se especializou em esfihas e comidas armênias. Ao contrário dos fast foods, a esfiha demora até 35 minutos para ficar pronta. O prazer de saborear a massa crocante faz valer a espera.Somente aos sábados e domingos, a baiana Vanda Barreto abre as portas de sua casa, no Parque Continental, em Osasco, para os apaixonados pelas delícias de sua terra. Quando veio para São Paulo, há 27 anos, Vanda fez de tudo um pouco, trabalhou como metalúrgica, depois foi sacoleira e até organizou pequenos desfiles de moda em sua casa. Mas o amor pela culinária foi mais forte. ?Cozinho desde os 9 anos. Quando minha mãe morreu, assumi a cozinha de casa?, recorda, saudosa. Há 8 anos, Vanda realiza banquetes e festas. Há 3, serve refeições no quintal de casa. Após algumas reformas no espaço do restaurante doméstico, a clientela aumentou a ponto de ser preciso contratar garçons, barman e ajudantes de copa e cozinha. Com o mesmo climão de festa familiar, Maria del Pilar Gutierrez Benedetti, o marido Emílio Benedetti e o filho Mário Sérgio servem em casa uma caprichada paella à moda espanhola. Pai e filho são os que preparam a especialidade do Paellas Pepe. Com capacidade para até 80 pessoas espalhadas pelo jardim, sala e área externa, o lugar também serve entradas à base de frutos mar, pratos com carne e sobremesas. Uma parada obrigatória para quem gosta de peixes e frutos do mar é a casa de Pilico e Bia, em Pinheiros. Eles começaram servindo os amigos e entregando marmitex. Pilico morou dez anos em Salvador e foi lá, juntamente com os pescadores, que aprendeu os segredos do cozimento e do preparo dos peixes. Ele administra o fogão e Bia atende as pessoas. Mas logo avisa: ?Não cobramos o serviço, porque não existe. As pessoas escolhem na geladeira o que querem beber.? Há quatro anos, a lavanderia da casa de Nelson Rodrigues Costa ganhou um forno à lenha e a sala ganhou mesas e cadeiras. Foi assim, de maneira improvisada, que a filha de Rodrigues, Noslen Costa, e o marido Salvador Magurno, montaram a Pizza & Beer, na Serra da Cantareira. Magurno e o filho Felipe são os pizzaiolos. Criativos e caprichosos, eles preparam as redondas com esmero. Veja abaixo onde comer se sentindo em casa.Arnold´s Naschbar - Rua Pereira Leite, 98, Sumarezinho, tel. 3672-5648Casa Garabed - Rua José Margarido, 216, Santana, tel. 6976-2750Casa Venitucci - Rua Caraibas, 224, Perdizes, tel. 3672-6512Paellas Pepe - Informações pelo tel. 6163-9570Pilico e Bia Rua Cunha Gago, 770, Pinheiros, tel. 3814-2283Pizza & Beer - Av. Nova Cantareira, 4.601, Serra da Cantareira, tel. 6952-6930Vanda Barreto Rua Monsenhor Vitório João Pavésio, 196, Pq. Continental, tel. 3714-6377

Agencia Estado,

21 de fevereiro de 2003 | 11h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.