Ondaatje lança dois livros amanhã em SP

O escritor canadense Michael Ondaatje, autor do romance O Paciente Inglês (Editora 34, 208 págs., R$ 18), depois transformado no filme vencedor de vários Oscars, lança nesta terça-feira, em São Paulo, dois livros recentemente publicados no País: Bandeiras Pálidas (348 págs., R$ 29,50) e Buddy Bolden´s Blues (174 págs., R$ 22 50), ambos editados pela Companhia das Letras.No Sesc Vila Mariana (Rua Pelotas, 141, 1.º andar, torre A, tel. 0--11-5080-3004), a partir das 20 horas de amanhã, serão lidos trechos dos dois romances. Em seguida, o escritor deve falar sobre algumas de suas obras e das diferenças entre elas, tanto quanto a suas motivações como quanto ao processo de criação.Ondaatje também deve responder a perguntas do público (a entrada é franca, mas convém confirmar a presença pelo telefone com antecedência). "Não, não me sinto preparado para falar sobre a vaca louca", brincou o canadense sobre a questão comercial e sanitária que envolveu seu país e o Brasil, durante entrevista por telefone, de Paraty (Rio), onde aportou antes de vir a São Paulo para a palestra de hoje. Esta é a primeira vez que o escritor vem ao País.Se o objetivo de Ondaatje é falar sobre como sua prosa mudou no decorrer do tempo, ele chega num bom momento. Os dois livros em questão, que chegam quase juntos ao Brasil (um no fim de 2000, outro no começo deste ano), estão separados por nada menos que 22 anos em suas respectivas versões originais. Bandeiras Pálidas foi lançado originalmente em 1998 e Buddy Bolden´s Blues (com o título de Coming trough Slaughter), em 1976.São obras diferentes, de um escritor que mudou muito nesse tempo. "Hoje, procuro escrever livros que contemplem mais de um ponto de vista, em que vários personagens representam diferentes modos de encarar um problema, um momento histórico determinado", explica Ondaatje. "Buddy Bolden´s Blues é de uma fase em que me preocupava mais em aprofundar um ponto de vista, de um grande personagem; também é assim The Collected Works of Billy the Kid, completa ele.Buddy Bolden´s Blues narra a trajetória imaginária de Buddy Bolden (1876?-1931), um dos músicos fundadores do jazz, numa mistura de prosa e poesia. Já Bandeiras Pálidas coloca uma antropóloga forense, nominada Anil Tissera, dentro do conflito que abalou o Sri Lanka durante os anos 80. Ondaatje é natural do Sri Lanka, de onde saiu aos 11 anos. Mais recentemente, procura voltar uma vez por ano ao país, e seu livro é fruto desse reencontro do autor com o próprio passado. Com o sucesso do filme "O Paciente Inglês", de Anthony Minghella, transformou-se num romancista de sucesso, mas ele também é poeta. Por seus trabalhos, em prosa e poesia, recebeu o Booker Prize (principal prêmio para a literatura de língua inglesa), o Canada Australia Prize e o Canada Governor General´s Award.No Brasil, ainda há mais uma obra de Ondaatje publicada: trata-se do romance "Na Pele de um Leão" (Editora 34, R$ 22, 256 págs.). Nesse romance, o ambiente é o Canadá dos anos 20, em que se encontram os primeiros desbravadores com uma nova leva de imigrantes europeus. A história é conduzida por meio do personagem Patrick Lewis, que chega a Toronto em busca de emprego.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.