Olhar Modernista de JK aumenta visitas à Câmara

A mostra O Olhar Modernista de JK promovida pela Câmara dos Deputados, em Brasília, que reúne obras dos principais artistas modernistas brasileiros da primeira metade do século 20, foi responsável por um aumento recorde no número de visitas durante o mês de abril à Câmara.A mostra é uma remontagem da exposição Arte Moderna 1944, realizada em Belo Horizonte pelo então prefeito Juscelino Kubitschek, evento até hoje considerado o mais importante da área depois da Semana de Arte Moderna de 1922. Ao todo, passaram pela Câmara 18,5 mil pessoas, quase 11 mil só na última quinzena do mês. A exposição foi inaugurada em 19 de abril e deveria ser encerrada neste domingo, mas foi prorrogada até o dia 12, por conta do público. Nos fins de semana a Câmara, que recebia média de 1.500 visitantes, passou a receber 2.500 pessoas, marca registrada nos dois últimos fins de semana, segundo o assessor de imprensa da casa, Antonio Vital.A visitação ao Palácio do Congresso Nacional existe desde 1996. Além de informações sobre a arquitetura do prédio e seu acervo artístico, o programa oferece noções básicas sobre o processo de elaboração das leis e do trabalho dos parlamentares.O Olhar Modernista de JK. Salão Verde da Câmara dos Deputados, Edifício Principal, Praça dos Três Poderes, Brasília, DF. De 19 de abril a 12 de maio, das 9h30 às 17h30, inclusive sab. dom e feriados. Já as visitas à Câmara podem ser agendadas pelos telefones 3216-1771 ou 3216-1772. As reservas também podem ser feitas pelo e-mail visitas@camara.gov.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.