Olga Lepeshinskaya, bailarina do Bolshoi, morre aos 92 anos

Porta-voz do ministro da Cultura disse que Olga morreu neste sábado, 20, de uma doença não especificada

AP

20 de dezembro de 2008 | 15h19

O ministro da Cultura russo disse a prima bailarina Olga Lepeshinskaya, que dançou no Ballet Bolshoi por décadas morreu aos 92 anos. Ela será entrerrada na terça-feira, 23. A porta-voz do ministro da Cultura, Nataliya Uvarova, disse que Olga morreu neste sábado, 20, de uma doença não especificada.  A agência de notícias ITAR-Tass relatou que Olga morreu em seu apartamento em Moscou durante o sono.  Ela nasceu em Kiev em 1916. Se graduou na Escola de Coreografia de Moscou e se juntou ao Ballet Bolshoi em 1933. Ela foi uma das maiores dançarinas do Bolshoi até 1963, quando se tornou professora.

Tudo o que sabemos sobre:
Olga LepeshinskayaBallet Bolshoi

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.