Oito mil objetos foram roubados de Museu de Bagdá

Especialistas do Museu Britânico indicaram nesta segunda, 2, que cerca de oito mil objetos foram roubados do Museu Arqueológico de Bagdá desde a invasão do Iraque, em 2003.O subdiretor do Museu Britânico, Andrew Burnnet, expressou sua tristeza com o fato de "um passado cultural tão extenso estar submetido a tais eventos" ao longo dos últimos quatro anos.Burnnet afirmou hoje que "os campos arqueológicos no Iraque sofreram muitos danos", e que "parte" dos objetos podem ser dados por perdidos.O diretor de Oriente Médio do Museu Britânico, John E. Curtis, expressou seu pesar pelo fato de o Museu Arqueológico de Bagdá permanecer fechado, devido à "grave" situação vivida no país após a ocupação.Curtis afirmou que, além dos oito mil objetos depredados no museu de Bagdá, um patrimônio inestimável foi perdido nos campos arqueológicos ao longo de todo o Iraque, em cidades como Babilônia e Ninawa."Pouco se pode fazer no Iraque agora, por problemas de segurança", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.