Obras de Damien Hirst batem recorde em leilão

Leilão na Sotheby's arrecada US$ 125 milhões, valor inédito para obras de um só artista.

Da BBC Brasil, BBC

16 de setembro de 2008 | 07h57

Um leilão de obras do famoso e polêmico artista britânico Damien Hirst superou todas as expectativas ao arrecadar US$ 125 milhões na segunda-feira à noite em Londres.Hirst, famoso por montar instalações com animais mortos em formol, abandonou o tradicional método de vender suas obras por agentes e galerias, optando por levar seu trabalho diretamente para a casa de leilões Sotheby's.Esta é a primeira vez que um artista coloca à venda uma parte substancial de seu trabalho dessa maneira.A Sotheby's disse que a venda estabeleceu um novo recorde para um leilão dedicado a um único artista. Evento anterior do tipo foi realizado em 1993, incluiu trabalhos de Pablo Picasso e arrecadou um total de US$ 20 milhões.Mais obras de Hirst devem ser vendidas na noite desta terça-feira.Entre as obras vendidas está The Golden Calf (O Bezerro de Ouro), que contém o cadáver de um animal em formol, com uma coroa de ouro na cabeça. A obra alcançou US$ 16,5 milhões no leilão.The Kingdom (O Reino) - um tubarão em formol - foi vendido por US$ 17,2 milhões, o dobro do valor estimado.Um total de 223 obras foi posto à venda por Hirst, que chamou o leilão de "mini-retrospectiva".BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.