Obras de artistas do Núcleo ABRA em exposição no Blue Life

O espaço Cultural Blue Life vai inaugurar, na próxima terça-feira, para convidados e na quarta-feira para o público a mostra Distâncias, com obras dos artistas do Núcleo ABRA de Arte Contemporânea: Alexandre Feola, Aline Meibach, Ana Rey, Beth Barone, Clarice Mainard, Clarice Sanvicente, Daniel Paione, Mariza Vieira de Vieira, Maura Rodrigues, Paula Maestro e Rita Heckert. Como afirma a curadora do Blue Life Cultura, Lilian Heitor, o grande tema presente na exposição coletiva é tratar a maneira como a arte contemporânea lida com as noções de tempo e de espaço. "As pessoas andam pela cidade em um ritmo acelerado, não existe mais concentração. Dentro da arte esse disparate é muito preocupante, pois não há tempo para se refletir sobre o que acontece ao redor de si mesmo", diz Lilian.São diversificados os resultados dos trabalhos realizados a partir dessa constatação. Daniel Paione, por exemplo, criou uma instalação em que maçãs coloridas são colocadas dentro de um vaso sanitário - e lá elas ficarão em processo de decomposição durante todo o período da mostra. "Ao contrário da atemporal mesa posta das pinturas de natureza-morta, essa instalação institui o tempo cronológico como condição da obra", define Gisela Benatti, uma das coodenadoras do Núcleo ABRA. Rita Heckert, no campo da pintura-objeto, constrói um trabalho que "nega qualquer ilusão de profundidade de campo." As noções de campo também são o mote da obra de Mariza Vieira de Vieira que coloca lado-a-lado duas imagens com tamanhos, texturas e cores diferentes se relacionando no mesmo espaço. Clarice Sanvicente criou telas com inúmeros degraus para tratar das distâncias entre o céu e a terra. Distâncias. Cultural Blue Life. Avenida Brasil, 298, Jardim América, 3884-9084. 2.ª a 6.ª, 10 h às 19 h (sáb., 9 h às 13 h). Até 1.º/7. Abertura amanhã, para convidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.