Obras de arte são roubadas de museu japonês

Várias obras de arte japonesas no valor de 100 milhões de ienes (aproximadamente US$ 839 mil) foram roubadas de um museu da localidade de Sakurai (sul do Japão), informaram nesta quarta-feira, 3, fontes policiais citadas pela agência local de notícias Kyodo. O furto ocorreu no Museu Yamato Gyokusenkaku de Sakurai, na província japonesa de Nara, entre a tarde de terça e manhã desta quarta, quando o fato foi descoberto por um vigilante. Quando o guarda chegou para trabalhar, por volta das 8h30 local desta quarta (21h30 de Brasília de terça), descobriu que a porta principal do museu tinha sido forçada. Entre as mais valiosas obras roubadas destacam-se treze pinturas do artista japonês Taikan Yokoyama, morto em 1958, e de Gyokudo Kawai (1873-1957). Também foram subtraídos do museu dois pratos, três vasilhas e uma jarra do artista japonês Kenkichi Tomimoto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.