Obra de Tamayo alcança US$ 2,2 mi

O óleo sobre tela Watermelon Slices, obra de 1950 do mexicano Rufino Tamayo (1899-1991), que pertencia ao acervo do Museum of Modern Art de Nova York desde 1953, foi vendido a um colecionador latino-americano, na quarta-feira, por US$ 1,9 milhão, em lance feito por telefone e, acrescida a comissão da casa de leilões, alcançou o valor final de US$ 2,2 milhões. O museu pôs o quadro à venda a fim de levantar fundos para novas aquisições. O valor da venda ficou dentro da estimativa da Sotheby's e foi o mais alto pago por um dos 59 lotes de arte latino-americana oferecidos na Sotheby's nesta temporada de outono. / TONICA CHAGAS, DE NY

O Estado de S.Paulo

18 de novembro de 2011 | 03h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.