Obra de Monet é leiloada por US$ 20 milhões

Uma obra do pintor francês Claude Monet foi leiloada por US$ 20 milhões ontem à noite em Nova York pela casa de leilões Christie}s. A obra, intitulada Londres, O Parlamento (1904), superou as expectativas da Christie´s, que estimou para ela um valor entre US$ 12 e 18 milhões de dólares. O quadro é uma das 19 pinturas que resultaram dos cinco anos de trabalho de Monet no projeto do Parlamento Inglês - 15 delas estão em museus.No mesmo leilão, o quadro A Carícia das Estrelas, do pintor espanhol Joan Miró, foi avaliado por um valor entre US$ 6 e 8 milhões e vendido por US$ 11 milhões. Já a obra A Ponte de Trinquetaille, do holandês Vincent Van Gogh, adquirida pelo mesmo valor de Miró, não alcançou o valor esperado pela Christie´s, que avaliou sua venda por no mínimo US$ 12 milhões.Nenhum dos compradores dos três quadros quis se identificar. Ao final do leilão, que vendeu também obras de Cézanne e Kees van Dongen, a Christie´s arrecadou US$ 128 milhões. A Sotheby´s, rival da Christie´s, começa hoje seus leilões. Tradicionalmente, as casas de arte de Nova York iniciam no outono uma temporada de leilões de obras de arte moderna e impressionista.

Agencia Estado,

04 de novembro de 2004 | 17h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.