Reuters
Reuters

Obra de Andy Warhol foi a mais valorizada em leilões em 2013

Artista americano desbancou o também americano Jean-Michel Basquiat

EFE

17 de fevereiro de 2014 | 12h28

O americano Andy Warhol (1928-1987) foi o artista que alcançou o maior valor no total de venda de obras de arte nos leilões realizados pelo mundo no ano passado. Segundo a empresa especializada Artprice, Warhol desbancou o também americano Jean-Michel Basquiat, que liderou os dois anos anteriores e que agora figura em quarto lugar. As obras de Warhol totalizaram US$ 367,4 milhões, seguido de Pablo Picasso (1881-1973), com US$ 361,3 milhões e do chinês Daqian Zhang (1899-1983), cuja comercialização das obras totalizou US$ 291,6 milhões.

Além de Basquiat, outros artistas que figuram na lista são o chinês Baishi Qi (1864-1957), o britânico Francis Bacon (1909-1992) e o único criador vivo da classificação, o alemão Gerhard Richter.

Ainda segundo a Artprice, houve um aumento de 13,16% no volume de negócios no ano passado em relação a 2012: foram US$ 12.051 milhões contra US$ 10.649 milhões. A China ratificou sua liderança como o país que mais comprou, com US$ 4.078 milhões, o que representa 34,92% do mercado global - houve um crescimento de 21,31% nos negócios realizados pelos chineses em relação a 2012. Em segundo lugar, aparecem os EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
Andy Warhol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.