Obra da National Gallery de Londres teria pertencido a Hitler

Museu crê que quadro 'Cupido Queixando-se a Vênus' tenha sido roubado por ditador de colecionador judeu

Ansa,

28 de março de 2008 | 11h27

O quadro Cupido Queixando-se a Vênus (1525), um dos mais populares da National Gallery de Londres, foi identificado como parte da coleção de arte do ditador nazista Adolf Hitler, informou nesta sexta-feira, 28, o jornal inglês The Guardian.  Segundo a publicação, o quadro do pintor alemão Lucas Cranach se encontrava em um apartamento de Hitler em Munique e foi retirado do local durante a guerra para protegê-lo dos bombardeios dos Aliados, sendo depois achada em uma garagem no sul da Alemanha. A National Gallery acredita que a obra foi roubada pelo ditador nazista de um colecionador judeu e agora o museu londrino está buscando mais informações sobre o quadro. Caso o dono seja encontrado, a obra será devolvida.    O quadro de Cranach foi comprado pelo museu na década de 1960, de um colecionador de Nova York, que garantiu que a obra permaneceu com a mesma família desde 1909, antes de ser leiloada em Berlim. Quem vendeu o quadro ao colecionador foi Patricia Lochridge Hartwell, uma jornalista norte-americana que cobriu a Segunda Guerra Mundial como correspondente de uma revista dos Estados Unidos. Patricia ganhou a obra de um comandante norte-americano, como "agradecimento" por ter escrito a favor da administração militar norte-americana local. De acordo com o historiador de arte Birgit Schwartz, que estudou detalhadamente a coleção adquirida por Hitler em seus roubos, foi encontrado um álbum escrito à mão por Hitler que incluía fotos da coleção do ditador. O especialista afirmou que Hitler não era um grande admirador da obra de Cranach, mas apreciava muitos artistas alemães do século XIX, como Carl Spitzweg, Heinrich Brkel e Rudolf Epp. Uma evidência de que a obra se encontrava no apartamento do ditador em Munique foi um artigo escrito pelo jornalista britânico Ward Price em 1939, contando que Hitler possuía um Cranach em sua casa, o qual supostamente teria ganhado em seu aniversário de 50 anos, dado pelo comandante Fritz Sauckel.

Tudo o que sabemos sobre:
National GalleryAdolf Hitlerarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.