Obama recebe dica de popularidade: unir forças com Justin Bieber

Um estudante de ensino médio na Austrália ofereceu ao presidente dos EUA, Barack Obama, uma sugestão para aumentar sua popularidade: unir-se a uma grande celebridade, como o astro do pop adolescente Justin Bieber.

REUTERS

17 de novembro de 2011 | 16h55

Em uma recente pesquisa de opinião, 51 por cento dos entrevistados desaprovavam a forma com que Obama estava realizando seu trabalho. No entanto, o presidente ainda está à frente de seus rivais republicanos, um ano antes de buscar a reeleição.

A sugestão foi feita durante sua visita de dois dias à Austrália, quando Obama e a primeira-ministra Julia Gillard foram entrevistados por um grupo de estudantes de 14 a 16 anos que estavam tendo aula sobre jornalismo no Colégio Campbell, em Canberra.

Um estudante quis saber qual a direção futura do sistema educacional dos EUA.

Um segundo aluno perguntou a Obama se ele já havia considerado se unir a "uma celebridade famosa, como Justin Bieber", um ídolo adolescente do pop nascido no Canadá, para ter apelo a um público maior.

Obama riu e disse que ele interage com muitas celebridades.

"Espero que se eu for bem-sucedido será por causa das ideias que apresento e não por que estou passando tempo com Justin Bieber", disse ele aos estudantes.

"Apesar de ele ser um jovem muito legal, e eu direi a ele que você mandou um oi."

(Reportagem de James Grubel e Laura MacInnis)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEOBAMABIEBER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.