Carilyn Kaster/AP
Carilyn Kaster/AP

Obama, Assange e Colin Firth estão entre os mais bem vestidos do mundo

Jornal 'Le Figaro' destaca também o diretor americano e estilista Tom Ford

19 Abril 2011 | 16h28

PARIS - O presidente americano, Barack Obama, e o fundador do Wikileaks, Julian Assange, estão entre os 20 homens mais bem vestidos do mundo, segundo o jornal Le Figaro, que destaca também o diretor americano e estilista Tom Ford e o vencedor do Oscar de melhor ator Colin Firth.

 

Obama, a quem o último número da revista Le Figaro Madame identifica como uma mistura de um "lado 'cool' da costa Oeste" e um estilo "chique e intelectual da costa Leste" dos Estados Unidos é o "presidente do estilo" em seu país, segundo essa publicação. "De terno ou jeans, tem um carisma inoxidável", acrescenta a revista.

O suplemento do jornal conservador Le Figaro se fixa também nos guarda-roupas de Assange, o "homem com cara de anjo e cabelos brancos 'sexy' que abalou a diplomacia americana". "Com seu visual de antigo aluno de Oxford, encontra a fórmula para intrigar as meninas jovens", diz a revista.

 

Entre os mais bem vestidos também está o vencedor do Oscar de melhor ator por sua atuação em O Discurso do Rei, uma personalidade com uma imagem "muito chique britânica, sempre impecável, tanto de terno como em roupas para o fim de semana". Firth "é o modelo do homem naturalmente elegante", diz a Le Figaro Madame, que cita também o bem-sucedido estilista e diretor Tom Ford.

O texano é "a publicidade ideal para suas criações de 'glamour' e luxo", um dândi com o título honorífico de "doutor da perfeição". A variada lista inclui ainda o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, o famoso cozinheiro britânico Jamie Oliver, o empresário francês Antoine Arnault - filho do magnata Bernard Arnault - e o marido da atriz mexicana Salma Hayek, o milionário francês François-Henri Pinault.

 

Na lista de homens mais bem vestidos aparecem ainda Alexander Skarsgard (True Blood), o compositor e produtor musical inglês Mark Daniel Ronson, o primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg e o porta-voz do Governo francês, François Baroin.

 

A lista se completa com o herdeiro da Fiat, Lapo Elkann, os jornalistas franceses Harry Roselmack e Nicolas Demorand, além do canadense Tyler Brûlé, o designer holandês Marcel Wanders e o espanhol Jaime Hayón.

Mais conteúdo sobre:
estilo celebridades moda Obama Assange

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.