"O Velho e o Mar" é destaque estrangeiro

Não há dúvidas: a sensação deste Anima Mundi será The Old Man and The Sea, de Alexander Petrov, baseado no livro de Ernest Hemingway O Velho e O Mar. O filme de 40 minutos é praticamente uma pintura em movimento. Para fazê-lo, Petrov - que também estará nas sessões Papo Animado - utilizou de uma técnica onde cada quadro é uma pintura feita com dedo e pincéis, com uma tinta siliconada sobre vidro. O efeito é impressionante.Portugal é outro destaque do evento. Ganha uma sessão especial representada pela produtora Filmógrafo. "É impressionante observar a evolução dos portugueses, que há pouco tempo estavam atrás de nós e hoje são bem superiores", analisa César Coelho, um dos diretores do festival. Com 13 anos de vida, a Filmógrafo teve como maior mérito provar que arte pode ser feita em animação num tempo improvável, geralmente mais curto que o normal. Fora as 11 produções que participam do Papo Animado, o desenho A Noite, de Regina Pessoa, estará na Mostra Oficial. Belíssimo, o desenho foi feito através de uma delicada técnica de pintura e raspagem de gesso, dando um efeito espetacular à singela noite de sono de uma menininha que tem medo de escuro, embalada pelo fado de Maria Povona Cruz. O surreal Protest, dos Estados Unidos, esteve entre as produções exibidas para a imprensa. É um alarde ecológico, onde gente de uma cidade grande, além de conviver com elefantes deslocados por culpa do progresso desorganizado do homem, começa a presenciar sua morte suicida e solitária. "Apesar de não sermos a última geração a ver o elefante, talvez sejamos a última a vê-lo em seu hábitat natural", sentencia o diretor Steve Katz. Desetiat Krag foi outro desenho exibido de atmosfera densa, de produção búlgara. Baseado no Inferno de Dante, a personagem principal do filme é um homem normal, perdido e deslumbrado com as visões do tormento de Virgílio.Un Conteau dans les Fourchettes (Uma Faca Entre os Garfos) é uma animação francesa muito agradável que trata dos questionamentos de um homem que não se conforma com o fato de a esposa ter colocado uma faca no espaço dos garfos. Direção de Jean-Loup Felicioli e Alain Gagnol.Seguindo a linha de Un Conteau... há o filme inglês Fast Spin Fling, de Sandra Ensby, que conta a história de Muriel, uma garota que se apaixona pelo namorado da amiga Pippa. Feito numa técnica simples, desenho aquarelado sobre papel, as falas dos personagens são escritas na tela, e tomam forma a partir dos próprios desenhos. Outro inglês participante é o engraçadíssimo Angry Kid, de Darmen Walsh. Vários episódios rápidos, de menos de três minutos, contam as peripécias de um moleque atrapalhado. A técnica de animação, chamada de pixillation, é bem diferente: trata-se de uma gravação quadro a quadro do movimento de pessoas de verdade, que interagem com massa modelada. Em Angry kid, por exemplo, o corpo do garoto é de uma pessoa normal, mas seu rosto é massa de modelar. Haverá no Workshop de Animação do festival este recurso de animação para quem quiser experimentar fazer sua própria "produção".Bill Plympton, o cartunista e animador que já visitou outras edições do festival, mandou seu Can´t Drag Race With Jesus, um cômico clipe gospel, onde Jesus pilota um carro de corridas imbatível. Bill Plympton também já é bem conhecido pelas vinhetas malucas que fez para a MTV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.