O que nos afasta?

Vênus e Urano em sextil; Lua míngua transitando por Capricórnio

Oscar Quiroga, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2011 | 00h00

O que nos afasta de experimentar na prática o que a imaginação nos propõe e que nos enche o coração de glória, beleza e verdade? O que nos afasta de tão auspiciosa experiência? Em primeiro lugar nossa personalidade ser descoordenada e nossa mente vacilante, o que se demonstra através de tudo que fazemos, dizemos e sentimos ser de pouca duração. Em segundo lugar, nos afasta também o fato de nos apegarmos ao cultivo de um senso de distinção, apreciamos nos sentir diferentes e perdemos o fio da meada do que significa nossa glória. Em terceiro lugar, nos afastam também os credos religiosos, pois sem importar quão boas sejam suas fórmulas, todas produzem sectarismo. Em quarto, mas não último lugar, a soberba e cobiça também nos afastam.

ÁRIES 21-3 a 20-4

Aumente o tamanho da rede social aceitando as complicações que isso traz. É melhor pensar num futuro cheio de gente do que numa vida solitária rodeada de recursos materiais. O futuro verdadeiro é feito de gente.

TOURO 21-4 a 20-5

O inevitável será diferente daquilo que a ansiedade imagina. A prática demonstrará que as previsões trágicas da ansiedade eram supérfluas e infundadas. Por isso, prefira a verdade dos fatos e rejeite as especulações.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Este não é um momento em que o jogo de argumentações poderia ajudar. É hora de deter intencionalmente os raciocínios e escolher a ação. Porém, tudo deve acontecer intencionalmente, pois de outra forma não acontecerá.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Resgate as palavras esclarecedoras que foram pronunciadas em meio aos turbilhões emocionais, porque essas são verdadeiras e podem servir não apenas para acalmar os ânimos, como também conduzir tudo a melhor destino.

LEÃO 22-7 a 22-8

Na prática a teoria sempre é outra, isso acontece porque as pessoas prometem mais do que cumprem. Todas elas. Para que isso não seja problemático demais na atualidade, conforme-se com o que vier e critique pouco.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Muitos inconvenientes seriam evitados se a sua alma compreendesse o valor da cooperação e aceitasse a ajuda oferecida. Porém, ainda sua alma se ressente do que aconteceu no passado e tem receio de aceitar.

IBRA 23-9 a 22-10

Cada promessa deverá ser cumprida, o que sugere que talvez, sabiamente, seja melhor silenciar do que sair por aí fazendo propaganda do que poderia ser feito. Cada promessa deverá ser cumprida, como sempre.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Empreender com alegria o esforço necessário é a marca evidente do espírito. A preocupação que conduz ao desespero é o claro sinal de afastamento do espírito. Isso não acontece,a gente faz acontecer.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Uma coisa leva a outra e a alma sagitariana logo se dispersa nas novidades futuras, retirando sua atenção do que está em andamento. Este tempo atual ainda é mais propício à conclusão do que ao início do novo.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Quando tudo parecer perdido e fadado ao descontrole, respire fundo e repense a situação. As aparências enganam, essa afirmação é proverbial, o que significa que existem outras opções disponíveis.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

A necessidade de sentir-se sob o manto da proteção inviolável é uma fantasia, pois, o que poderia ser absolutamente seguro entre o céu e a Terra? Nossa existência é um milagre que ocorre no meio de seguros desastres.

PEIXES 20-2 a 20-3

Sua alma se acostumou a fazer tudo com os próprios recursos, pedindo ajuda em raras ocasiões. Isso foi bom, mas neste momento é imprescindível partir em busca de colaboração para que o novo espírito se instale.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.