Imagem Luis Fernando Verissimo
Colunista
Luis Fernando Verissimo
Conteúdo Exclusivo para Assinante

O que interessa

O pai já se resignara ao fato de que não estava criando, exatamente, uma intelectual. E agora, um súbito interesse por História!

Luis Fernando Verissimo, O Estado de S. Paulo

25 de agosto de 2019 | 02h00

Aos 16 anos, a menina revelou um súbito interesse pela História. O pai gostou. Suas conversas com a filha desde que ela aprendera a falar não passavam de obviedades comuns em conversas de pai e filha. A menina nunca manifestara um interesse maior por assuntos que não dissessem respeito ao seu mundinho, primeiro de criança e depois de adolescente. Era uma aluna normal, mas também não parecia tirar muito proveito do que aprendia na escola. Odiava ler. O pai já se resignara ao fato de que não estava criando, exatamente, uma intelectual. E agora, um súbito interesse por História! Aleluia. Havia vida inteligente dentro daquela cabecinha bonita.

*

– O que você quer saber?

– Hitler.

– Hitler?!

– Hitler.

– Mmmm... É um assunto complicado. Deixa ver... Hitler nasceu na Alemanha.

– Não foi na Áustria?

– Áustria, isso. Já vi que você andou pesquisando.

– Google, mas me chateei.

– Bom. Quando era moço, Hitler quis ser pintor.

– De parede?

– Não, de quadros mesmo. Não era muito bom. E começou a se dedicar mais à atividade política. Você sabe o que é “nazismo”?

– Alguma coisa a ver com nariz?

– Não. Foi um movimento, inspirado no fascismo do Mussolini, na Itália, que...

– O Mussolini não interessa papai. Volta pro Hitler. 

*

– Esse trabalho é para a escola, minha filha?

– Não, é pra mim mesmo. Como era o Hitler, fisicamente?

– Ele tinha um magnetismo pessoal que fascinava as pessoas, homens e mulheres, e que explica, em parte, a ascensão do nazismo. Outra explicação é a revolta dos alemães contra as medidas punitivas impostas à Alemanha no Tratado de Versalhes, no fim da Primeira Guerra Mundial. Outra explicação ...

– Papai...

– ... é a crise econômica que assolava a Alemanha, quando os nazistas, liderados por Hitler, tomaram o poder com a promessa de resolvê-la. Também contou o crescimento da ameaça comunista em toda a Europa, que levou os países ocidentais a tolerarem o crescimento do nazismo para enfrentá-la, mesmo sabendo que se inaugurava um dos regimes mais sanguinários da História, liderado por Hitler...

– Papai...

– ... em que judeus e outros indesejados pelo regime foram trucidados, atrocidades se repetiam em países invadidos pelas tropas de Hitler, e...

– Papai, nada disso me interessa.

– O que interessa então?

– Como era, exatamente, o bigode do Hitler?

Depois a mãe da menina contou que toda a turma da filha decidira fazer depilação igual dos pelos pubianos no formato do bigode do Hitler, e precisavam de medidas precisas.

Tudo o que sabemos sobre:
nazismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.