Maria Fernanda Rodrigues
Maria Fernanda Rodrigues

O que fazer com as crianças em São Paulo nas férias de julho

O Caderno 2 dá dicas de passeio cultural para fazer com as crianças em julho

Maria Fernanda Rodrigues, Thaís Ferraz e Leandro Nunes, O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2019 | 15h44

Férias de julho, crianças entediadas em casa ou com a cara no telefone, ou aqueles mesmos passeios de sempre… Quer fazer um programa diferente? Não faltam atrações e espaços culturais em São Paulo: cinemas, teatros, museus, livrarias, circos, etc.

Veja dicas do Caderno 2 para as férias de julho. E se der preguiça um dia, feche a cortina, prepare a pipoca e veja um bom filme na televisão (também damos algumas dicas!)

 

Visite um museu

São Paulo está repleta de museus interessantes para pessoas de qualquer idade. Se pensa que seu filho é muito novo ou que ele vai achar a visita a um museu chata, vale dar uma lida no livro Como Falar de Arte com Crianças (WMF Martins Fontes), da francesa Françoise Barbe-Gall. Ela mostra como aproveitar melhor o passeio com crianças entre 5 e 12 anos e dá dicas de perguntas e abordagens para atrair a atenção dos pequenos. Museu de Arte de São Paulo (Masp), Museu da Imagem e do Som (MIS), Museu Lasar Segall, Museu de Arte Contemporânea), Museu de Arte Moderna (que dá para casar com um passeio no Ibirapuera)... Mas uma exposição que está encantando crianças e adultos é a Ernesto Neto: Sopro, na Pinacoteca (Praça da Luz, 2). Imersiva, interativa, bonita e perfumada, ela é, nas palavras do artista, “um trabalho de cura”. Vale dar uma volta no Jardim da Luz depois.

 

Vá ao cinema

Ir ao cinema não é exatamente um programa diferente, mas estamos julho é tempo de filme para crianças nos cinemas. Há opções de filmes infantis para todas as idades em cartaz em São Paulo. Entre eles, Homem Aranha - Longe de Casa e Pets 2, com estreia dia 4, e Toy Story 4, Turma da Mônica - Laços, Patrulha Canina: Superfilhotes, Pokémon: Detetive Pikachu e Aladdin.

 

Vá ao Theatro Municipal

Pelo palco do Theatro Municipal (Praça Ramos de Azevedo, s/nº) passaram grandes nomes da cultura mundial, como Maria Callas, Camargo Guarnieri, Villa-Lobos, Duke Ellington, Ella Fitzgerald e, na Semana de 22, Mário e Oswald de Andrade, Brecheret, Di Cavalcanti, Anita Malfatti e muitos artistas. Uma vez por mês, ele abre as portas de sua sala de espetáculo para os pequenos espectadores apreciarem um bom concerto ou uma apresentação de dança. Trata-se do projeto Meu Primeiro Municipal. No dia 6 de julho, ao meio-dia, a atração é uma apresentação da Escola de Dança do Theatro Municipal de São Paulo, com direção artística de Priscilla Yokoi. O programa tem duração de 60 minutos e os ingressos custam a partir de R$ 10

 

Veja uma peça de teatro

Levar a criançada ao teatro é sempre uma boa pedida para as férias. São várias opções - e econômicas, o que é ainda melhor. Para crianças a partir dos 6 anos, uma dica é o espetáculo gratuito Era uma Era, da Cia. Mungunzá de Teatro, que conta a história de um rei chamado Barba Rala. Serão duas apresentações no final de julho, no Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo (Av. Paes de Barros, 955) - nos dias 29 e 30, sábado e domingo, às 16h. Na peça, o rei deseja a todo custo entrar para a história e poder dar um nome ao seu Reino, mas para isso ele precisa registrar todos seus feitos em um diário. Um dia o livro é destruído e os habitantes da cidade precisam recomeçar do zero. Teatro Municipal da Mooca Arthur Azevedo. 

 

Conheça uma livraria

Se quiser, você até encontra uma boa programação cultural nas livrarias da cidade  - contação de história, peças de teatros, etc. Mas vá a uma livraria pelo simples prazer de estar entre livros e histórias, para apresentar esse mundo às crianças e começar a criar o hábito. A dica é a simpática NoveSete (Rua França Pinto, 97), especializada em literatura infantil e juvenil e com um vasto acervo. Se a fome apertar, tem ali um café que serve bolo caseiro e outros quitutes.

 

Dê risada no circo

Programa para crianças e para adultos relembrarem a infância, o Circo Zanni volta a São Paulo para três apresentações no Teatro J. Safra (Rua Josef Kryss, 318 - Barra Funda), com ingressos entre R$ 60 e R$ 120 - dias 5 e 6, sexta e sábado, às 20h, e dia 7, domingo, às 19h. O espetáculo terá números de acrobacia, aéreos, equilíbrio, mágica e os clássicos palhaços, além de música ao vivo produzida pelos artistas.

 

​Fique em casa

Prepare a pipoca! Selecionamos 5 clássicos infantis disponíveis na Netflix para assistir naquele dia de chuva ou de preguiça.

Cinderella

Mais antigo da lista, Cinderella foi lançado pela Disney em 1950. Baseado no conto de fadas homônimo de Charles Perrault, o filme conta a história da pequena órfã Cinderella, que é forçada a trabalhar como empregada dentro de seu próprio castelo por sua madrasta, Lady Tremaine. Sua vida muda quando uma fada madrinha e vários ratinhos conseguem fazê-la ir a um baile, onde conhece um príncipe encantado. 

Mulan

Lançado em 1998, o clássico da Disney se inspira em uma lenda para contar a história de Fa Mulan, jovem aflita com a saúde do pai que decide se disfarçar de homem para poder se alistar no exército no lugar de ser mãe. Acompanhada pelo pequeno dragão Mushu, um ex-guardião desonrado, e por três companheiros da época de recruta, Mulan consegue derrotar o líder huno Shan Yu e salvar seu imperador. 

Toy Story 

O primeiro filme da franquia, lançado em 1995, acompanha os brinquedos do menino Andy. Woody, Buzz Lightyear e seus companheiros têm vida própria, embora finjam que não quando estão perto de humanos. Uma sugestão é maratonar toda a história como preparação para Toy Story 4, que chegou aos cinemas em junho. 

Vida de Inseto

A animação da Pixar foi lançada em 1998 e conta a história de Flik, uma formiga macho bastante desastrada que vive em uma comunidade oprimida por gafanhotos. Para ajudar sua comunidade, sai em busca de ‘insetos guerreiros’ – que não são bem como o esperado.

A Nova Onda do Imperador

O filme dos anos 2000 conta a história de um imperador adolescente, Kuzco, transformado em lhama por Yzma, ex-conselheira do império. Sem muitas opções, aceita a ajuda de Pacha, líder humilde de um vilarejo. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.