O palhaço o que é? É para divertir as crianças

O circo brasileiro aos poucos vem recuperando seu espaço, que já foi relevante, no cenário cultural da Nação. No início deste mês, em Limeira, o 3.º Festival Paulista de Circo reuniu 525 artistas que apresentaram 128 espetáculos em quatro lonas. O evento reuniu o novo circo, o tradicional, o circo-teatro, trupes e artistas independentes. Hugo Possolo foi um dos curadores da mostra. "Em quatro dias, 30 mil pessoas circularam pelas lonas. Há muitos festivais de teatro, mas não de circo, evento importante porque promove um encontro rico. É o circo reencontrando seu espaço."

Beth Néspoli, O Estado de S.Paulo

17 de abril de 2010 | 00h00

Se depender de Possolo, essa arte tem presente e futuro. Em 2005, esse ator e fundador do grupo Parlapatões uniu-se à trupe Pia Fraus para criar o Circo Roda Brasil, uma lona sob a qual realizaram montagens como o infantil Oceano e Stapafúrdyo, já apresentadas em 30 cidades, fazendo jus ao nome do picadeiro.

Hoje à noite, o Circo Roda volta a instalar-se no Memorial da América Latina para ficar até o fim de junho com uma programação bem variada. De novo as crianças são convidas especiais para o musical Parapapá, que estreia hoje e é voltado para esse público. "Tem uma historinha, de um garoto pobre que entra por debaixo da lona e fica amigo do palhaço, tem muita música e uma teatralidade criada mais a partir de imagens e jogo com objetos do que com palavras e, por isso, esperamos que vá tocar mesmo os bem pequenos", diz Possolo, autor do roteiro e do texto. Nos fins de semana será apresentado ainda o espetáculo de bonecos Bichos do Mundo, da Pia Fraus, que tem entre os personagens o Pinguim Apaixonado e o Tubarão com Fome. E há atrações convidadas, como Jogando no Quintal e Acrobático Fratelli.

PARAPAPÁ! CIRCO MUSICAL - Memorial. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, 3867-2398. Sab. e dom., 17h30. R$ 20. www.circoroda.com.br. Até 27/6

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.