Divulgação
Divulgação

O ombro amigo de Catherine Deneuve

Pierre Thoretton não se refere jamais a Catherine Deneuve como "belle mère" (sogra). Talvez nem devesse. Afinal, já se divorciou de Chiara Mastroianni. Mas Catherine é a grand-mère, a avó, de seu filho. Vovó foi muito importante no processo de aproximação de Thoretton do par Yves Saint Laurent/Pierre Bergé. Mas foi o charme do próprio Thoretton, sua cultura e inteligência, que o transformaram, nos últimos anos, no interlocutor privilegiado de Bergé. Encontram-se regularmente, às quintas-feiras, para almoçar num restaurante dos Champs-Elysées.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2010 | 00h00

Assim como Thoretton se ligou a Bergé, Catherine Deneuve era muito ligada, mais ainda, a Yves Saint Laurent. Ele sofria de crises de depressão. Quando isso ocorria, não era raro que o próprio Saint Laurent ou Bergé chamasse a eterna bela da tarde, para que o estilista chorasse as mágoas em seu ombro amigo. Conheceram-se no começo dos anos 1960, na fase pré-Os Guarda Chuvas do Amor (de Jacques Demy), antes do encontro decisivo de Catherine com Luís Buñuel.

 

  

 

Se Audrey Hepburn virou, na arte e na vida, a embaixatriz de Givenchy, Catherine Deneuve também foi a embaixatriz de Saint Laurent. Experimente clicar o nome dos dois - Catherine + Saint Laurent - nas pesquisas da internet. Virão galerias impressionantes de imagens.

 

 

Veja também:

linkUma viscontiana reinvenção do tempo  

linkO eterno amor de Saint Laurent e Pierre Bergé

 

Muitas vezes, quase sempre, Catherine Deneuve pisou no tapete vermelho de Cannes usando criações do estilista. Em 1968, já convertida em Belle de Jour, fez com o diretor Alain Cavalier uma adaptação de Françoise Sagan, A Chamada do Amor. O filme sobre amores burgueses não obteve muita repercussão e foi melhor assim. O diretor, decepcionado, trocou o registro "comercial" pela "recherche" (busca) e virou um pesquisador radical, um autor completo. Mas o guarda-roupa do filme é excepcional. Cortesia de Yves Saint Laurent para mademoiselle Deneuve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.