O melhor do pior na Mostra Trash

A cultura trash causa uma estranha- senão mórbida - fascinação sobre algumas pessoas. Mesmo sevalendo de ingredientes de gosto totalmente duvidoso, como ogrotesco, o repugnante e, por vezes, até o escatológico, asproduções do gênero agradam e divertem. Suas mais diferentesmanifestações podem ser conferidas na Mostra Trash, em cartaz naOficina Cultural Oswald de Andrade. São espetáculos,apresentações de dança, debates, palestras, performances, filmese exposições com o melhor (se isso é possível) do trash. A programação de cinema traz algumas pérolas, comoDelírios de um Anormal, que será exibido no dia 26/7, às 18horas, O Estranho Mundo de Zé do Caixão, no dia 2/8, entremuitos outros. Na próxima semana, boas gargalhadas estãogarantidas com as peças de teatro O Falecido, de AntonioRocco (no dia 22/7), e Pagarás com Tua Alma, de GustavoMachado (23/7). No dia 24, às 20 horas, haverá a abertura daexposição fotográfica O Arco-Íris da Gravidade, de MurilloMedina, que faz parte do projeto Lado B. No mesmo dia, Dr.Silvestre apresenta o show Eletromagnífico. Para quem cultuao melhor do pior, é um prato cheio.Serviço - Mostra Trash. Oficina Cultural Oswald de Andrade. Rua Três Rios, 363, BomRetiro, tels. (11) 221-5558 e (11) 222-2662. Até 9/8. Entradagratuita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.