O mal da civilização

O mal da civilização

Vênus e Marte em quadratura; a Lua míngua transitando por Escorpião.

Quiroga, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2010 | 00h00

Que o humano desconheça o alcance de sua criação não o torna menos responsável por ela. Como nasce o mal? O que leva certos personagens enlouquecidos a cometer atos perversos? A reação simplista é jogar a culpa ao léu, fazê-la passar de mão em mão como batata quente até que se estabilize em algum personagem que servirá de bode expiatório. Esse vício torna ainda mais difícil que se erradique definitivamente o mal que assola nossa civilização. Só quando compreendermos a unidade do pensamento e da mente poderemos perceber, com espanto e assombro, quanto todos somos responsáveis pelos males de nossa civilização. Cada pequeno pensamento perverso agrega ao somatório que explode sempre através de personalidades desequilibradas.

ÁRIES 21-3 a 20-4

É tentador aproveitar as oportunidades que a vida oferece para você satisfazer alguns desejos pessoais. Porém, levando em conta que há outros assuntos importantes em andamento, não seria sábio seguir esse caminho.

TOURO 21-4 a 20-5

Quanto mais força você fizer para garantir que algo aconteça, maior será também a resistência das circunstâncias contra o acontecimento. Melhor deixar tudo fluir, mas vai fazer isso com a alma irritada!

GÊMEOS 21-5 a 20-6

De repente, você cai em si e percebe que disse algo que não deveria ter sido dito. Aí já é tarde, a bomba já explodiu e nada do que disser a partir de então poderia apagar o efeito causado. Agora tudo será destino.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Nada poderia obrigar você a tomar decisões que você não deseja tomar.

Porém, as pessoas farão uma pressão danada nesse sentido e, mesmo que você não ceda, certamente a situação toda será, no mínimo, cansativa.

LEÃO 22-7 a 22-8

Todos esses assuntos que ficaram empacados por meses a fio não poderão ser postos em movimento de forma ordenada, a não ser que antes de tudo você se acalme

e coloque a cabeça no devido lugar, que é o da sabedoria.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Toda conversa paralela atentará contra o objetivo principal, que é garantir maior independência e liberdade. Por isso, prefira o esclarecimento, se esforce para que tudo seja dito e ouvido por todas as pessoas envolvidas.

LIBRA 23-9 a 22-10

Vai ser um pouco difícil entender-se com as pessoas durante estes dias. Por isso, seria recomendável abster-se de emitir opiniões, ou fazê-lo somente em casos de extrema necessidade, onde um conflito seria desejável.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Apesar das adversidades e opiniões contrárias, dificilmente você deixará de fazer as coisas de acordo com sua vontade. Talvez isso compre uma briga e outra, mas só os resultados dirão quem estava com a razão.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Os detalhes são inúmeros e você não aprecia ter de atendê-los. Porém, não seria possível decolar sem ter todos os detalhes sob controle. Por isso, muna-se de boa vontade e dê conta de todos esses detalhes.

CAPRICÓRNIO 21-12 a 20-1

Você já colheu frutos deliciosos produzidos pela teimosia, mas também já criou discórdias e problemas terríveis. Não se pode saber antecipadamente o resultado da teimosia, isso é próprio de sua natureza.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

O clima está pronto para a discórdia, agora só falta uma pequena dose de má vontade para o conflito se instalar. Porém, nada é inevitável, pois como você conferirá, a discórdia só aconteceria intencionalmente.

PEIXES 20-2 a 20-3

A paciência não é infinita porque você não é um ser divino e não percebe

as coisas com a paz de contar com a eternidade. Porém, se

a impaciência estraga tudo, ser mortal não seria argumento para legitimá-la.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.